Ritual para comemorar o Ostara





Em Ostara (também chamado Equinócio de Primavera) comemora-se o primeiro dia de Primavera. Na natureza tudo desabrocha: a Deusa cobre a terra com um manto de fertilidade e juntamente ao Deus, estimula todos os seres vivos à reprodução.

O Deus está agora mais maduro e cada vez mais forte. É tempo de enfeitar o altar com flores e frutos da época. Este equinócio é comemorado no dia 21 de setembro (no hemisfério Sul) e em 21 de Março (no hemisfério Norte).

Ostara é o Festival em homenagem à Deusa Oster, senhora da Fertilidade, cujo símbolo é o coelho. É comum os bruxos e bruxas usarem grinaldas de flores e seus altares são enfeitados com ovos e flores da estação. Alguns ovos artesanais (não comestíveis e feitos de inúmeros materiais diferentes), são espalhados pela casa para atrair fertilidade. Estes ovos simbolizam a renovação da vida.

Alguns bruxos fazem ovos enfeitiçados, que podem ser pintados crus e depois enterrados, ou cozidos e comidos enquanto se mentaliza um desejo. Os ovos enfeitiçados que serão comidos devem ser coloridos com tinta comestível. Uma forma antiga de colorir os ovos é colocar cascas de cebola na água e deixar cozinhar com os ovos, eles ficam dourados e muito bonitos!

Estes ovos enfeitiçados devem ser usados apenas para pedidos relacionados à fertilidade, portanto, nada novo (que se queira conseguir) ou morto ( que se queira acabar) deve ser associado aos ovos de Ostara.

Há uma lenda Inglesa antiga que afirma que ovos doces (de chocolate, por exemplo) são ideais para que um amor seja fértil (casamento com filhos, crescimento de um amor já existente, etc.) e que ovos salgados (ovos de galinha ou pata cozidos e passados em um pouquinho de sal) são ideais para a fertilidade de negócios (comerciantes que querem aumentar as vendas, torná-las férteis).


  • Objetos
Orquídeas para enfeitar o altar (pois elas simbolizam a fertilidade)
Coelhos (podem ser de verdade, estátuas, fotos, pinturas, ou qualquer outra representação de coelho)
Velas verdes
Incenso de verbena (ou as folhas da erva seca, ou essência de verbena)
Livro das sombras
Altar de cor viva e alegre (de preferência verde)
Athame
Caldeirão
Ovos (doces e salgados)

  • O ritual
Monte um altar bem alegre e com muitas orquídeas (se não encontrar orquídeas, podem ser utilizadas outras flores). Coloque no centro do altar a representação do coelho (Deusa Ostara), do seu lado direito o caldeirão e do esquerdo o athame. Coloque no altar as velas,  o seu livro das sombras, incensos e ovos doces e salgados.

Após montar o seu altar, consagre os objetos, em seguida, faça um círculo mágico com uma das velas do altar, pingando gotas de vela derretida no chão. Devolva a vela ao altar e eleve as mãos para o céu, repetindo as seguintes palavras:

"Deusa Ostara, que a fertilidade nos dá,
fertiliza minha vida,
fertiliza o meu amor,
Dai-me (faça um único pedido relacionado à fertilidade, seja para ter filhos, bons negócios ou amor próspero)
E que tudo que vem de ti, ó Deusa
Ninguém na terra possa tirar!


Coma um dos ovos (doce ou salgado de acordo com o pedido apresentado à Deusa) e mentalize a realização do seu desejo. Após isto, desfaça o círculo mágico e deixe o altar montado até que todas as velas e os incensos tenham queimado por completo.

As cascas do ovo enfeitiçado (este único ovo que foi comido pelo pedido feito à Deusa) devem ser enterradas juntamente com as orquídeas, o resto das velas e dos incensos, em um jardim ou terreno da natureza. 

Coma os demais ovos mentalizando desejos e pedidos, estes podem ser comidos ao longo do dia ou compartilhados com amigos. Quando for desmanchar o altar, leve tudo para a natureza, como foi dito anteriormente.


Assista este interessante vídeo do nosso canal