BUSCA RÁPIDA

BUSCA RÁPIDA

A Influência do dia do nascimento sobre a personalidade e o destino






Tudo no universo gera energia e atrai energia. A data de nascimento, mais precisamente o dia em que uma pessoa nasce, determina algumas características de sua personalidade. Esta característica influencia diretamente o tipo de vida que cada um terá, ou seja, em conjunto com outros fatores forma o destino.


DIA 1 = DIA DA LIDERANÇA

É um líder nato; gosta de mandar em vez de fazer. É criativo e original, tem raciocínio lógico e rápido, e é capaz de discutir sobre os mais variados assuntos, até mesmo aqueles que conhece superficialmente.Tem tendência a ser autoritário, de certa maneira possessivo e um tanto egocêntrico. Por isso, deve sempre cultivar a largueza de visão e a concentração, pois no afã de chegar logo aos objetivos, fica dispersivo e envereda por caminhos tortuosos, perdendo grandes oportunidades. Embora não o sendo, o número 1 é considerado 'frio', calculista e pouco comunicativo. Raramente demonstra afeto e compaixão.Contudo, gosta de ser elogiado e admirado. 
Quando seus projetos ou desejos não se realizam ou são frustrados, o seu sistema metabólico sofre sobremaneira e os nervos e a pressão arterial são sobrecarregados, podendo causar graves danos ao organismo. 
Como líder, sente-se terrivelmente frustrado em posição subalterna e, por vezes, torna-se irascível, violento e inconsequente, sendo muito difícil trabalhar e conviver em sua companhia. O nascido no dia um necessita saber para poder e querer. Estudar, projetar, manter a consistência no objetivo deve ser sua principal característica, pois tem tendência a deixar tudo pela metade ou a glória aos outros.

DIA 2= DIA DA DIPLOMACIA

É um ser diplomata por excelência.. É aquele que harmoniza o grupo e a família; o que possui o dom da reconciliação. É cooperativo, aparentemente tímido e vulnerável, de certa maneira passivo,mas sempre atento aos detalhes de seu ambiente. Enquanto solteiro é comum envolver-se romanticamente e quase sempre tais romances são complicados. Precisa se casar, pois a vida de casado lhe trará muito mais tranqüilidade, se encontrar um parceiro compatível e compreensível será excelente marido ou esposa. 
No trabalho sente-se melhor desenvolvendo atividades ligadas a grupos ou recebendo ordens, pois com sua personalidade um tanto passiva é amado por todos, sendo sempre um(a) excelente profissional. Não suporta ficar parado, procurando sempre algo para fazer. É compreensivo com
os sentimentos alheios e incapaz de ferir quem quer que seja. 
Um dos seus grandes defeitos é a inclinação para subestimar seus dotes e capacidades, tanto intelectuais como profissionais, sendo, muitas vezes, subordinado de pessoas com capacidades inferiores às suas. Poderá se dar bem em qualquer serviço público, diplomata, pesquisador, bibliotecário, contabilidade, serviços sociais, professor, principalmente na música ou de literatura. Caso não seja culturalmente desenvolvido, pode-se tornar cruel, inescrupuloso e até violento, no propósito de atingir seus objetivos.

DIA 3 = DIA DA POPULARIDADE

O nativo deste dia é um ser de rara animação, criatividade, expressão e popularidade. Pode parecer irresponsável para alguns que não o conhecem bem, mas na realidade é um ser altamente responsável, justo e prestativo com tudo e com todos. O três é intuitivo, original, honesto, dedicado à família e aos amigos (aos últimos,às vezes até demais). Gosta de profissões movimentadas, aquelas em que pode aparecer e demonstrar toda a sua versatilidade, sentindo-se totalmente à vontade quando em contato com o público, gostando de ser elogiado, bajulado e de preferência sendo o centro das atenções.
Pelo seu lado extrovertido e amistoso, não suporta ser criticado, apelando para o sentimentalismo daqueles que o criticam ou simplesmente lhe dão 'conselhos'. É do tipo que trabalha em inúmeras atividades ao mesmo tempo e que quase sempre as deixa a meio caminho, ou seja, tem muitos começos e poucos fins. 
No decorrer de sua longa vida, terá inúmeras frustrações e estas podem levá-lo a ter certos problemas físicos, principalmente o sistema nervoso abalado e também a contrair certas doenças de pele, que não se sabe como, as supera com grande senso de humor. Na realidade, é um ser lutador, criativo e liberal, que usa de seus predicados, principalmente a oratória, como sustentáculo de sua vida.

DIA 4= DIA DA PERSISTÊNCIA

Os nascidos neste dia são muito disciplinados, constantes, regulares e ordeiros. Perseverantes em seus propósitos, incansáveis trabalhadores, dificilmente deixam de atingir seus objetivos. Normalmente honesto, sincero e conservador, o quatro adapta-se a trabalhos rotineiros, metódicos e que requerem esforço concentrado. Em virtude dos predicados acima descritos, o nascido neste dia sente-se mais à vontade lidando com situações rotineiras, já consagradas pelo uso, evitando o novo ou o incerto. 
É muito econômico, amigo dos amigos, companheiro leal e dedicado, de grande responsabilidade e respeitador do sexo oposto, gostando também de construir coisas e trabalhar com as mãos. Tem tendência à obstinação, ao apego e à sua maneira de ser. Quando o contrariam ou fazem coisas que não gosta, pode-se tornar rude, ofensivo e dominador, pois se ofende com certa facilidade. Porém, como é uma alma superior, não sabe guardar raiva, ressentimentos ou qualquer sentimento de revolta. Quando não consegue atingir seus objetivos ou os mesmos são adiados por circunstâncias adversas à sua vontade, fica tremendamente frustrado o que causa-lhe dor de cabeça, melancolia, distúrbios cardíacos e problemas renais. Em matéria de amor (relacionamentos) a mulher nascida neste dia é mais acessível e menos dramática do que o homem.

DIA 5= DIA DA VERSATILIDADE

O nascido neste dia é normalmente divertido, alegre, ousado, dotado de poderes psíquicos, imaginação fértil, versatilidade e também amante da liberdade. Em virtude de ter os ouvidos muito sensíveis (não gosta de receber ordens), vive constantemente em busca de dinheiro, por vezes de maneiras totalmente inusitadas, sem qualquer medo de correr riscos. Gosta de estudar e de saber, para poder conseguir atingir seus objetivos com mais facilidade. 
Viajar por diversão, estudo ou satisfação do ego também fazem parte da sua personalidade.É obstinado em seus propósitos (impaciente e impulsivo) e não descansa enquanto não consegue atingir seus objetivos, mesmo que tenha que recorrer a artifícios pouco convencionais ou prejudicar alguém. Gosta de estar em contato com o público, de preferência sendo o centro das atenções e no trabalho sente-se melhor em ocupações que o coloquem em contato com pessoas, mas que estas lhe permitam agir e exprimir-se livremente.
As frustrações, principalmente no âmbito profissional, que atrapalham seus planos, causam-lhe insônias, distúrbios psicológicos e falta de controle emocional, que podem se transformar em violência. Quando quer ou é incentivado, consegue resultados fantásticos no terreno profissional pois tem grande capacidade de discernimento, amplos conhecimentos e satisfação naquilo que faz.
Porém, o seu lado obscuro, o lado 'libertino', leva-o a ter muitos começos e poucos fins. Quase nunca é bem sucedido no amor (existem, é claro, as exceções), levando-o a trocar várias vezes de parceiros ao longo da sua duradoura vida.

DIA 6 = DIA DO AMOR

O nascido no dia seis é normalmente sentimental, muito equilibrado, compreensivo, adora a família, a casa, os amigos, os filhos (se os tiver) e é também excelente amante. Tem personalidade magnética e atrai sempre as atenções: em festas, reuniões, cursos, etc. 
Profissionalmente sente-se realizado numa posição superior, onde pode contribuir para o desenvolvimento da empresa, das coisas e principalmente das pessoas envolvidas. É perseverante e luta até o fim para atingir seus objetivos. Como é altamente sensível, quando contrariado, ou quando as coisas não correm como quer, pode-se tornar ciumento, nervoso e demonstrar possessividade, levando-o a ter atitudes enérgicas para defender seus princípios ideológicos.
No tocante às frustrações amorosas, estas lhe causam quase sempre complicações nervosas e problemas ósseos. Será excelente profissional no setor social (trabalhar com idosos, crianças, deficientes físicos ou mentais), em áreas esotéricas e religiosas, como professor, decorador, cozinheiro, ou tratando de embelezar o planeta.

DIA 7 = DIA DA INSPIRAÇÃO

Além da integridade inerente do número sete, ele também possui em larga escala a independência de pensamento, a iniciativa e a ponderação. É também um perfeccionista e um tanto arredio a coisas e a novas amizades. Se o querem ver feliz, falem de religião, de filosofia (pura e simples), de ensino ou qualquer atividade ligada à espiritualidade.
Companheiro (ou companheira) dedicado, quando se separa é por demais difícil se adaptar a uma nova relação. A Numerologia aconselha que se case tarde (após os 30 anos), depois de namorar muito e conhecer plenamente as características do companheiro.
Durante a vida procura mais as coisas filosóficas e abstratas, que o atraem. Gosta sobremaneira que todos o venham consultar; tem tendência a se sufocar pelo trabalho e por isso pode ter ataques de nervosismo e alguma depressão.
Normalmente sem vícios (álcool, cigarro e drogas); quando os tem lhe são altamente prejudiciais ao fígado, pâncreas e estômago. Também deve evitar qualquer tipo de jogo (dificilmente ganhará em loterias e seus afins).

DIA 8 = DIA DO ÊXITO MATERIAL

O nascido neste dia é normalmente organizado, muito dedicado aos negócios, criativo e com enorme potencial para ganhar dinheiro . É justo, leal, prático, generoso (quando quer) e tem grande capacidade executiva e grande senso de justiça. Quando as coisas não saem como deseja, pode se tornar direto (às vezes até demais), agressivo, com acessos de mau humor e com grande tendência a dominar a todos, indiscriminadamente, sejam eles parentes, amigos ou empregados.
Em vista do seu grande potencial para ganhar dinheiro (ou outros bens materiais), será mais bem sucedido como alto executivo, trabalhando por conta própria ou em alguma atividade em que o dinheiro esteja presente e em grande quantidade. Pertence ao mundo dos negócios e, por isso, deve sempre desenvolver a sua capacidade criativa para levar avante os seus projetos.
Manifesta, normalmente, uma aparência austera, fria e calculista; na realidade, é tremendamente carente, sentimental, justo e sempre pronto a ajudar quem necessita dele.
Do outro lado, ou seja, do material, como 'adora' dinheiro, vive desconfiado, descrente de quase tudo e até certo ponto pessimista, o que o leva a ter repentes de solidão, mau humor e até um tanto ranzinza. Apesar disso, dificilmente é derrotado, superando todos os obstáculos que por ventura lhe apareçam pela frente.Qualquer vício lhe é prejudicial à saúde, principalmente o álcool, que pode lhe provocar graves distúrbios ao fígado e estômago.

DIA 9 = DIA DO HUMANISMO

O nativo deste dia é normalmente universalista: sente compaixão por todos e quer melhorar o gênero humano. É amante da verdade, normalmente generoso, independente, liberal, audacioso, corajoso,combativo, e não tem medo da derrota eventual, pois sabe que conseguirá o que deseja. Dificilmente tem paz de espírito e tranqüilidade, pois tem facilidade em atrair discórdia e desentendimentos, afastando os amigos e as pessoas que o amam. É um ser muito contraditório, pois sendo humanista e bondoso não deveria ser arrogante e revoltoso, mas o é, e dessa maneira, destrói em minutos o que levou anos a construir. 
Em virtude da sua autoconfiança, normalmente protela tudo, e às vezes acaba ficando em dificuldades financeiras, mas no final acaba se saindo bem. Não gosta de receber ordens e será mais bem sucedido em assuntos relacionados com a religião, filantropia ou associações beneficentes, nas quais a inspiração, a bondade e a compreensão sejam necessárias. Normalmente não se apega a nada nem a ninguém, sejam bens materiais, amigos, companheiros de jornada ou mesmo a pessoa amada,tendo ao longo da sua vida muitos desapontamentos amorosos e também algumas perdas de amizade . Adora viajar e conhecer novos lugares, novos países, novas pessoas. Qualquer vício lhe é tremendamente nocivo ao organismo,seja o hábito de beber, fumar ou qualquer outro, pois possui um organismo muito sensível e os vícios lhe prejudicam terrivelmente o sistema nervoso e o respiratório.

DIA 10 = DIA DA AUTOCONFIANÇA

O nativo deste dia é audacioso, progressista, independente , prestativo, amigo, atraente fisicamente, cativante e sempre pronto a ajudar àqueles que lhe pedem auxílio.
Pelo seu lado atraente e de certa forma arrogante, normalmente desperta inveja e antipatias. É também de certa forma possessivo com suas coisas, amigos, sócios e cônjuge. Para ter sucesso profissionalmente, deve desenvolver a espiritualidade, pois caso contrário pode ser envolvido por pessoas inescrupulosas que tudo farão para o arruinar e caso não possua esta característica, dificilmente terá competência para solucionar seus problemas. Sendo líder por natureza, ou trabalha só ou em cargos de chefia, de preferência no ramo da engenharia, metalurgia, comércio, vendas ou diretamente com o público, pois é muito convincente. Deve evitar todo e qualquer tipo de vício, principalmente o fumo, pois as suas vias respiratórias são frágeis e sofrerão terrivelmente com este vício.

DIA 11= DIA DA HARMONIA

Apesar de ter como lema a harmonia, a inspiração está sempre presente em sua vida. É um diplomata por excelência; delicado nos termos, ações, possuindo tato e discernimento para qualquer problema ou ocasião. É um número mestre, e os seus possuidores quase sempre são carinhosos, sentimentais e necessitam tremendamente de um lar para se sentirem seguros, protegidos, pois não gostam de viver sozinhos. 
Normalmente é exagerado em seus amores, pois é altamente emocional e por vezes se sente frustrado em tentar impor aos outros seus pontos de vista e padrões morais e não ser atendido. Parece uma contradição, e é, pois sendo o 11 compreensivo por natureza, não deveria se importar com o pensamento alheio, mas se importa.
Como ama a liberdade, necessita estar sempre ocupado para se sentir útil e feliz. É eficiente profissionalmente e poucos o acompanham em qualquer atividade, apesar de ser mais sonhador do que realizador e, em virtude disso, deve sempre procurar orientação técnica profissional para ser bem sucedido, ter sucesso e ser feliz.
Deve, ainda,tomar muito cuidado para que o seu intelecto não sufoque sua intuição, pois sendo psíquico, não pode vacilar ante os problemas. Pode parecer submisso, mas, na realidade, consegue tudo o que deseja pela persuasão, paciência e persistência, características que lhe são inerentes.Tem tendência à arrogância e qualquer vício lhe é prejudicial ao organismo.

DIA 12= DIA DA AUTO-EXPRESSÃO

É comunicador nato. Pela sua expressão, persuasão e argumentação, consegue convencer todos os oponentes. Tem gosto artístico, habilidade manual, é idealista, quase sempre está de bom humor e dificilmente desiste dos seus ideais. A sua praticidade e agilidade em fazer as coisas, leva-o a assumir mais compromissos do que pode cumprir e, dessa maneira, está sempre atarefado, cheio de trabalho, necessitando aprender a dosar suas energias, pois com certeza vai precisar delas em casos especiais.
O nativo deste dia é íntegro em seus propósitos, justo, de caráter leal, franco, liberal, de natureza ativa, qualidades comerciais, diplomacia, aptidão para o comando e gosta de ajudar o próximo. É muito respeitador da fé e das crenças, suas e alheias.
Gosta de ser popular, tendo mesmo tendência para se tornar político ou trabalhar em atividades de interesses sociais. É bondoso por natureza, e por vezes em vista dessa característica, tende a ser explorado pelas pessoas mais chegadas a ele.
O nativo deste dia, quando quer captar simpatias ou simplesmente fazer novas amizades, é capaz de assumir papel de vítima, mantendo as suas 'presas' em constante ansiedade e insegurança, ora apaixonado, ora indiferente e distante. Tem natural impaciência e quase sempre se deixa dominar
pelo nervosismo, estando sujeito a crises de depressão. 
Para evitar este lado negativo da sua personalidade, deve-se manter sempre interessado em algo construtivo, de preferência ligado a atividades intelectuais. Os eventuais fracassos, as decepções e frustrações (principalmente com os 'amigos'), são causas de distúrbios no sistema nervoso, desequilíbrio do metabolismo, hipertensão e também problemas renais.

DIA 13 = DIA DA PERÍCIA

O nativo deste dia é meticuloso, autoritário, sistemático, prático, econômico, trabalhador incansável, sempre lutando em prol dos seus objetivos, não poupando esforços para atingi-los. Como o nome do dia sugere (dia da Perícia), é tremendamente hábil em reformas, em transformações e mudanças, quando estas são de seu interesse. Ousado e dinâmico, prefere fazer acontecer a esperar. 
É hábil em trabalhos manuais (consertos e reparos), mesmo que estes exijam conhecimentos técnicos, pois com simples observação consegue adquirir a capacidade técnica para os consertar.
É alegre e talentoso, podendo se sair bem em profissões artísticas ou de entretenimento. É justo, bondoso e fica muito chateado quando pressente ou constata que alguém foi injustiçado e também se revolta com as competições desleais ou quando alguém é enganado.
É muito amoroso, mas encontra certa dificuldade em expressar seus sentimentos. É prestativo, dedicado, bom amigo, mas quase nunca expressa essas emoções, parecendo isto sim, indiferente, frio,materialista e calculista, reprimindo seus sentimentos, sejam eles de dor, decepções ou mesmo de alegria.
Não sabe viver sem amor, carinho e afeto. Porém, como não expressa esses sentimentos, poucos o compreendem e o conhecem realmente. A sua vida é pautada pelos negócios, pela dedicação à profissão (de preferência em indústrias de grande porte, construção civil ou administração pública), pois sendo íntegro, organizado, honesto e eficiente, rapidamente consegue um lugar de destaque nesses campos. Contrariedades e decepções, principalmente com parentes e amigos, podem lhe causar dores de cabeça, problemas na fala e no sistema respiratório, porém, consegue superar esses inconvenientes de modo admirável.

DIA 14 = DIA DA COMPREENSÃO

O nativo deste dia tem como meta a compreensão das coisas, das pessoas e dos fatos. A investigação, persuasão e seleção de valores, são as armas que usa para atingir esse objetivo.Quase sempre vive no presente, pouco se preocupando com o futuro, sendo normalmente líder em qualquer situação ou grupo. É negociante nato, não suportando ficar parado e sempre encontra algo para fazer, para ganhar dinheiro, pouco se importando com os riscos do negócio.
Um dos seus pontos mais fortes é trabalhar com muita movimentação de capitais, seja como especulador financeiro, agente imobiliário ou negociador. Não deve se prender a bem algum por mais de 5 anos. Depois dessa data, deve vender esse bem e adquirir outro, em local superior, pois a união dos números 1 e 4 = 5, faz com que deseje estar sempre em movimento, e quando isso não acontece, pode perder dinheiro ou ver os seus lucros diminuírem.
Para ser feliz no casamento, o cônjuge deve gostar de vida agitada, deve gostar de viajar, de conhecer novos lugares e jamais se prender a um único local, pois caso contrário a união não terá final feliz. Por ser naturalmente bondoso e emotivo, normalmente é presa fácil dos inescrupulosos, principalmente quando querem seus favores. Por vezes (quando desenvolvido espiritualmente) é profético, com tendências construtivas e destrutivas. Quando o contrariam ou frustram seus ideais, pode ter problemas respiratórios, algumas alergias e até desenvolver doenças imaginárias. Caso consiga controlar a impulsividade e adquira prudência, pode-se tornar muito bem sucedido financeiramente e também socialmente.

DIA 15 = DIA DO MAGNETISMO PESSOAL

Normalmente esse magnetismo é levado às últimas conseqüências, pois tanto homens como mulheres lhe acham simpático, agradável, afetuoso e delicado. No comércio ou num escritório, normalmente é o alvo das atenções, mais, é claro, do sexo oposto, sendo dessa maneira, invejado por todos.
Não tem grandes problemas financeiros (raramente fica pobre) porque é esperto, inteligente, perseverante e sempre encontra uma maneira de ganhar dinheiro. Não tem veia de avarento, mas é de certa forma apegado ao dinheiro, preferindo gastá-lo com o companheiro(a), na casa ou em algo proveitoso para si. Tem grande calor humano, adora reuniões sociais, ama a vida e as pessoas e não se importa em gastar, principalmente quando está em companhia da pessoa amada.
Deve se casar (ou unir-se) com pessoa que tenha afinidade com seus propósitos e gostos; caso contrário, a união não dará certo e qualquer separação o faz sofrer em demasia, levando-o inclusive ao isolamento. Tem a capacidade de atrair oportunidades e condições harmônicas.
Entre outros, pode assumir cargos comunitários, direção de espaços esotéricos ou outros que exijam compreensão e mão firme para manter a ordem e a disciplina em grupos, isto pela sua capacidade,responsabilidade e habilidade natural de compreender, unir e harmonizar. Mesmo em idade avançada, parecerá sempre jovem. É honesto, digno de confiança, amável e bondoso. Tem inclinações artísticas, podendo se destacar na oratória, nas artes plásticas, música ou representação. A repressão de suas ambições, ideais ou afetos, podem lhe causar problemas no fígado, pulmões e garganta. Deve evitar o uso do cigarro.

DIA 16 = DIA DO TRIUNFO

O 16 é o número dos extremos: da riqueza ou da miséria. Dependendo da vida que levar, pode transformar seu possuidor num ser poderoso, rico, um ser de pleno sucesso e felicidade; no outro extremo, pode arruinar, levar ao desmando, transformar o ser em um elemento arrogante, prepotente, orgulhoso e dominador. Aconselha-se que os possuidores deste número vivam tão altruisticamente quanto possível, a que tenham pensamentos positivos, sentimentos elevados e, desta maneira, com absoluta certeza atingirão o sucesso e serão muito felizes. 
É, também, o número do equilíbrio entre o material e o espiritual. Se teimar em viver fraudulentamente, querendo levar vantagem em tudo e com todos, poderá ver seus planos frustrados, ser traído por amigos e ainda contrair doenças inesperadas. É analítico, cético (só acredita no que vê ou é comprovado), gosta de conhecer a essência e o âmago das coisas e pessoas e também apresenta acentuado caráter perfeccionista.
Pelo seu senso de perspicácia, gosta e consegue desvendar coisas misteriosas e também de acumular conhecimentos. É um ser de grande sensibilidade, intuição e inspiração, tendo mesmo qualidades psíquicas sem qualquer estudo do assunto.Um dos seus grandes defeitos é gostar que as pessoas que o rodeiam vivam conforme seus moldes e, quando isso não ocorre, torna-se mal humorado e até colérico.
Por esse seu temperamento de presunção, geralmente vive isolado, porém, na realidade tem grande desejo de afeto e principalmente compreensão. Apesar de tudo isso, não suporta interferência em seus planos e projetos, mesmo quando estes não dão certo e o fazem rever ou adiá-los, fato corriqueiro na sua vida. Em vista da sua grande sensibilidade, que é atrativa em vários segmentos, deve tomar muito cuidado com falsos amigos, descontentamentos, com a ansiedade e principalmente com alguns perigos físicos, como o excesso de velocidade em automóveis.
Deveria,portanto, fugir da agitação das grandes cidades, dando preferência a viver no campo ou então perto da água (rios,lagos e oceano). Pela sua característica, deve trabalhar na iniciativa privada, em negócios de amplitude universal, de preferência que envolvam a educação ou a moral.As frustrações ao longo da vida (que não são poucas) podem lhe causar distúrbios digestivos, doenças de pele e até algumas imaginárias (hipocondria).

DIA 17= DIA DA PERSPICÁCIA

O nativo deste dia é naturalmente um líder inteligente e arguto. Está quase sempre de bom humor e consegue ser simpático até com os opositores. Diferente do líder (1), se quiser ser bem sucedido profissionalmente, deve trabalhar associado a outras pessoas, e mesmo que inicie uma atividade profissional em posição secundária, rapidamente e naturalmente alcança o posto mais alto. Nasceu para ser bem sucedido no plano material, através de muito trabalho, persistência e determinação. Por qualquer destes caminhos que se aventurar, será um vencedor: negócios imobiliários, comércio em geral, como executivo trabalhando com muitos subordinados ou comércio exterior, pois é eficiente profissionalmente,econômico (não avarento) e grande articulador.
É popular, está sempre bem humorado (mesmo que seja para disfarçar alguma decepção ou tristeza), e só depende dele ser ou não bem sucedido financeiramente. Normalmente é bem relacionado com o sexo oposto e está sempre cercado de admiradores. A repressão de seus afetos, renúncia de seus planos ou falsidades (principalmente dos 'amigos') podem lhe causar dores de cabeça, problemas biliares, sanguíneos e até reumatismo.

DIA 18 = DIA DO PODER MENTAL

Quem nasce neste dia (um dos mais poderosos), pode escolher: ser elevado ao lugar mais alto ou se ver na lama. Em outras palavras, é tão poderoso para o positivismo, como o é para o negativismo. É o número dos líderes religiosos influentes, dos magos, médiuns e também dos bruxos. Os que estão sob esta influência podem, se assim o desejarem, serem felizes ou infelizes, poderosos ou desgraçados. De natureza psíquica, o 18 é profundamente espiritual; tem contato com dimensões superiores, visões, de ampla e irrestrita intuição, é comunicativo e altamente sensível a problemas espirituais. É um vencedor nato! É inteligente, tem mente ativa e desperta e consegue se sobressair em quase todas as atividades.
Os seus maiores inimigos são seus próprios defeitos: vaidade e ambição. No outro extremo, ou seja, caso não seja envolvido espiritualmente, tem tendência a se entregar ao pessimismo, por medo do desconhecido, do futuro e, quase sempre, nesse estado, acaba sendo presa fácil para as adversidades, terminando na ruína completa.Tem no seu lado positivo, a intuição e independência prestativa e desinteressada, intelectual, emotiva e requintada, gostando de discutir sobre os mais diversos assuntos. No negativo, acentua-se o humor variável, a crítica e a discussão sem qualquer fundamento. Estas variações leva-o a constantes modificações, desapontamentos, perdas e também viagens de fuga. Porém, quando quer, consegue superar todos os obstáculos, pois é um grande lutador, encarando todos de frente, sem medo de nada nem de ninguém. Tem caráter afetivo e é também dedicado aos outros.
Como é muito prestativo, consegue fazer amizades com facilidade e ter relacionamentos duradouros, pois também é muito amoroso, apesar de ser
facilmente vulnerável e explosivo. As frustrações levam-no a perturbações cardíacas, enxaquecas, melancolia e problemas no sistema nervoso. Deve evitar o cigarro, o álcool e as drogas.

DIA 19 = DIA DO CARÁTER

O biótipo do dia natalício 19 mostra muita coragem, força de caráter, de natureza audaciosa, apaixonada e até impulsiva,chegando em certos momentos a atos heroicos. Assim como o (5), quer mudanças, é versátil e está sempre desejando o melhor para si e também para a família. É independente, artístico, original e dotado de espírito de iniciativa e criatividade. 19 é o dia do sucesso, da prosperidade e também da felicidade. Esta vibração altamente positiva tem em si embutido também certa tendência à arrogância à teimosia e à vaidade.
É também o número dos extremos (1 e 9); desta configuração só poderia resultar em um indivíduo que em certo dia está nas nuvens (rico), e em outro atolado na mais completa miséria. Possui grande poder de realização, mas se irrita com certa facilidade, tendo acessos de crises de violência que normalmente afetam sua saúde. Apesar desta negatividade, jamais guarda rancor de quem quer que seja e rapidamente esquece qualquer ofensa de que é vítima. Sendo o seu lema o caráter, na mais pura expressão, o seu possuidor é um reformador, e como tal, sempre pensa em uma maneira de transformar o mundo, conquistando dessa maneira, simpatias e a admiração de todos.
Quando quer alguma coisa, é capaz de gestos teatrais e até atitudes extremas e não aceita seguir o tradicional. Pelo seu instinto 'paternal', as decepções (principalmente com amigos), frustrações (ideológicas) e fracassos (profissionais), podem afetar o seu coração, a circulação sangüínea, a visão e também o sistema auditivo.

DIA 20= DIA DA SENSIBILIDADE

Como especificado, o nativo deste dia é muito sensível e para atingir seus objetivos e expressar seus sentimentos, usa de rara imaginação, brandura de modos e grande espírito de irmandade.É uma pessoa voltada para o lar, possuindo um constante desejo de paz, amor e felicidade, porém, às vezes contenta-se com condições pouco harmoniosas que lhe tolhem e prejudicam os seus ideais,mas jamais desiste de tentar até conseguir seus objetivos. É pacífico por natureza, não suportando discussões e faz qualquer coisa para evitá-las.
Apesar disso, tem muito orgulho de si mesmo, de suas habilidades, além de dar muita importância à própria aparência e à condição social. É um ser romântico, cheio de afeto, um tanto inconstante e mutável, até certo modo vacilante, visando os fins sem se preocupar com os meios. Esta fase negativa da sua personalidade, caso não seja trabalhada com altivez, pode levá-lo à ruína material e até
espiritual. Está sempre querendo conhecer novos lugares e novas pessoas e também viver novas experiências.
É tremendamente hábil e é capaz de fazer qualquer serviço mais rápido e melhor do que qualquer outro. Também tem grande habilidade para tratar com o público, sendo dessa maneira, um bom político ou trabalhar em repartições governamentais voltadas para o povo. As decepções, frustrações e contrariedades podem lhe causar graves prejuízos ao sistema nervoso.

DIA 21 = DIA DO IDEALISMO

Apesar de ser idealista e liberal, o nativo deste dia necessita da companhia de outras pessoas, pois dessa irmandade depende o seu sucesso e também o seu bem estar. Nasceu para manifestar e expressar seus sentimentos e idéias. É ambicioso, mas dispersivo,e dificilmente consegue acabar o que começa, deixando que os outros terminem suas tarefas e também que recebam as glórias. Tem talento para a arte e o dom do entretenimento. 
Não é dos melhores amantes, pois apesar de ser amoroso e de se apaixonar com facilidade, é mais amigo dos seus parceiros do que cônjuge, pois coloca a paz, a compreensão e a harmonia acima do amor, a ponto de sacrificar-se por elas. É por demais emotivo, sujeito a extremos, que o leva quase sempre a um estado de depressão. Em vista dessa sua fragilidade e inconstância, encontrará sérios obstáculos na juventude, mas por fim terá sucesso na idade mais madura, pois tem absoluta certeza de que tudo acabará bem.São suas qualidades positivas: amizade, idealismo e capacidade de entretenimento. 
Após os 40 anos, a determinação e a vontade em conseguir sucesso material se fortalecerá e as privações antes dessa idade servirão como exemplo e também como um orientador que o conduzirá ao sucesso desejado. 21 é considerado o número de 'sorte', pois de maneira inexplicável (para os outros números) consegue 'tudo' o que deseja. Cuidado com as doenças psicossomáticas adquiridas das frustrações, decepções e contrariedades.

DIA 22 = DIA DA PRATICIDADE

O nativo deste dia, como especificado, é tremendamente prático, adapta-se a qualquer tipo de trabalho e para atingir seus objetivos (caso os tenha), é capaz de feitos heroicos. Como tem visão futurista e perfeccionista ao extremo, inúmeras vezes deixa de aproveitar as ocasiões que se lhe deparam no dia a dia.
Sendo um ser totalmente independente, tanto em considerar as coisas como as pessoas, despreza os convencionalismos e as tradições, o que normalmente lhe é prejudicial profissionalmente. Ainda com referência ao futurismo do nativo, normalmente não tem grandes ambições materiais e pouco se importa em ganhar ou acumular fortuna e, dessa maneira, está sujeito a muitos altos e baixos durante a vida. Para viver adequadamente, deve manter o equilíbrio entre as emoções e a praticidade. É de certa maneira nervoso,tenso e necessita muito de repouso.
Este seu lado negativo, em certos momentos, mostra um certo desequilíbrio emocional, tendendo à intolerância, impaciência, não se entendendo a si próprio e, assim vivendo em constante conflito com os mais próximos. Sendo um duplo '2', também na vida real as coisas tendem a acontecer-lhe em dobro, tanto para o bem, como para o mal, portanto, deve fazer um esforço redobrado para viver construtivamente e em harmonia com toda a humanidade.
O 22 enxerga longe; em vista disso, deve sempre procurar profissões ou ocupações de caráter mais geral e não aquelas de interesse pessoal. Nasceu para a humanidade e em vista disso, tem enorme responsabilidade com seus semelhantes e para que todos os seus dons (que são muitos) possam se manifestar, deve trabalhar como alto executivo, político, escritor de temas universalistas, artista, conferencista ou a chanceler. Em vista do seu alto grau de sensibilidade, está sujeito a distúrbios psíquicos, nervosos e também alterações do sistema glandular, principalmente quando reprimem ou lhe frustram seus ideais. Os vícios, principalmente o cigarro e o álcool, são verdadeiros venenos para o seu organismo.

DIA 23 = DIA DA PERSUASÃO


Se quiser levar uma vida sem maiores problemas, tem de trabalhar ao máximo o seu lado compreensivo. O 23 tem grande habilidade para lidar com as pessoas, é paciente, tem capacidade investigativa e perseverança para conseguir clarear uma situação obscura ou então descobrir um caminho novo, um caminho nunca antes percorrido.
Apesar de ser paciente, nunca descansa até conseguir o que quer. 23 é o número do sucesso material, do dinheiro, e o seu portador precisa aprender a seguir caminhos profissionais, de preferência os de alto nível e não enveredar para os negócios, pois sendo intelectual, pertence ao mundo sensível e não está apto a servir ninguém.
Tem personalidade marcante, rara inteligência (aprende tudo com grande facilidade), inclinação social (gosta de festas e reuniões) e se dá melhor com o sexo oposto do que com o próprio. Em virtude da sua grande sensibilidade, quando lhe tolhem os objetivos ou reprimem seus ideais, pode sofrer sobremaneira do sistema nervoso. Pode ser um excelente diplomata, político, médico, psiquiatra, psicólogo, terapeuta holístico, escritor metafísico ou até viver no meio artístico, conseguindo com esta profissão fama e alta posição social.

DIA 24 = DIA DA UNIÃO

União, harmonia, praticidade, diplomacia, amor e alegria, fazem parte deste excelente número. O 24 é honesto, pacífico, bondoso, grande amigo, amante da verdade e tolerante com as falhas alheias. Esteja onde estiver e com quem, é quase sempre o centro das atenções, não pela beleza física ou porte, mas sim pela inteligência, calor humano e compreensão de tudo e com todos. É muito hábil em trabalhos manuais, sejam eles mecânicos, eletro-eletrônicos, de marcenaria, ou concertos rotineiros os mais variados. Tem, também, gostos gastronômicos, sendo excelente cozinheiro e nas festas que participa é sempre solicitado para fazer os aperitivos ou o churrasco.
Em virtude da sua grande sensibilidade, tem tendência a proteger os fracos e oprimidos e a se deixar levar pelo sofrimento alheio. No amor, caso seja demasiadamente sonhador, ardente e romântico, dificilmente se ajustará à vida monótona do romance, pois se sentirá incompreendido e solitário. Como tem presença marcante e cativante, é sempre preferível ir pessoalmente a algum lugar, em vez de telefonar ou escrever. Pode ser grande médico ou psicólogo, pois é muito sensível e compreensível. 
O cuidado maior é quanto à tendência negativa para o ciúme, a preguiça, a censura e a preocupação exagerada. Estes predicados negativos podem lhe causar crises psicológicas e levá-lo ao fracasso e a todo tipo de doenças psicossomáticas. Para ser feliz e vencer na vida,necessita saber que é amado e querido, pois caso contrário as tendências negativas especificadas acima se acentuam.

DIA 25= DIA DO PROGRESSO

O nativo deste dia, além da ambição material inerente ao ser humano, vive constantemente em busca do desejo da moralidade. É um pensador, um estudioso e, em vista disso, profundo conhecedor de vários assuntos, podendo se destacar e ter sucesso nos mais variados segmentos, como ciência, ocultismo, filosofia ou sobre a Natureza na sua mais abrangente expressão. O 25 é perfeccionista, exigente (consigo e com os outros), diplomata, versátil, com grande capacidade intuitiva, senso analítico e perspicaz. Por vezes precisa ficar a sós, em silêncio, para poder meditar e receber inspiração do Eu interior. Como tem dons proféticos e desenvolvida intuição, por vezes é instável e sujeito a vacilações e flutuações na sua personalidade.
Tem como seu grande defeito, subestimar as suas qualidades, sendo ao longo da vida subjugado por pessoas muito inferiores a si. Como é honesto, bondoso e leal, julga que os outros principalmente os 'amigos' também o são e, assim, vive sendo usado por essas pessoas, que tudo fazem para lhe tirar dinheiro e também para fazê-lo de empregado.
Apesar dessas decepções ou frustrações e fracassos ocasionais, enfrenta tudo com muita valentia, mas pode ter problemas estomacais, como úlceras, sofrer de algum mal cardíaco ou pulmonar, na qual é recomendada a total abstinência ao cigarro. Deve a todo custo evitar o álcool, pois seu organismo frágil não suporta tal vício, embriagando-se com certa facilidade e, dessa forma, metendo-se em confusões que jamais entraria se estivesse sóbrio. Será mais feliz se morar próximo da água: rios, lagos e mar.

DIA 26 = DIA DA JUSTIÇA

A justiça na sua mais pura expressão, a perseverança e a moderação são as principais características do nativo deste dia.Tem, também, grande capacidade de discernimento, competência e organização, jamais desistindo dos seus objetivos e ideais, mesmo em algumas ocasiões parecendo indeciso, não sabendo muito bem o que quer. Tem personalidade marcante e certo ar de superioridade,que com certeza lhe garantem certas inimizades e algumas perturbações.
Quando é contrariado, torna-se agressivo e mal humorado . O nativo deste dia é normalmente um ser solitário, de certa forma incompreendido, parecendo frio e calculista; na realidade, é uma extraordinária alma humana, sempre pronto a ajudar os fracos, os amigos e aqueles que necessitam de ajuda humanitária.Nasceu para mandar. É muito organizado, justo, de aspecto intelectual, com grande cultura e senso de responsabilidade. É também elegante no vestir e despreza o modernismo, preferindo o convencional.
Frustrações e decepções podem lhe causar problemas biliares, dores de cabeça, reumatismo e problemas de circulação
sanguínea.

DIA 27= DIA DA AUDÁCIA

Feliz daquele que nasce neste dia, pois a junção dos números 2 (dois) e 7 (sete) somados, representam o carisma do número 9 (nove). O nativo deste dia é normalmente conhecedor dos mistérios da vida e pode, se quiser, ir a extremos: para o bem ou para o mal, e normalmente com 18 anos já definiu o caminho que vai percorrer. Virtudes: dedicação àquilo que acredita, generosidade e genialidade. Fraquezas: falta de concentração e de persistência.
Como lhe parece fácil realizar qualquer coisa, inclina-se a protelar tudo. Normalmente intelectual, de natureza psicológica, é admirado e respeitado por todos que dele se aproximam, conseguindo realizar sonhos de paz e harmonia entre as pessoas. Tem personalidade audaciosa, liberal, corajosa, combativa e independente; é também grande amante da liberdade e não suporta dar satisfação dos seus atos, preferindo trabalhar só. Quase sempre bem sucedido no plano material, dificilmente tem maiores problemas de dinheiro, pois sabe como consegui-lo.
Tem elevado senso de fraternidade e mente Universal. É afetuoso, emotivo, nervoso e de certa maneira um tanto extravagante,principalmente em se tratando de sua aparência. O amor, a afeição e dedicação ao semelhante representam muito e é capaz de grandes sacrifícios pelos que ama. É por demais pacífico e jamais procura problemas, o que não quer dizer que seja covarde; muito pelo contrário, pois se pode tornar violento quando atingido por injustiças e ingratidões. Caso não tenha uma existência superior e altruísta, as frustrações, fracassos e decepções podem lhe causar perturbações cardíacas e algum tipo de problema cerebral.

DIA 28 = DIA DO QUERER

É muito contraditório, pois nasceu com o dom do querer, mas vive se queixando. É naturalmente tímido, infeliz e até de natureza doentia.Livre dessa face doentia poderá se impor a tudo e a todos, pelo seu admirável senso diplomático e espírito de justiça e compreensão. Será mais bem sucedido como chefe ou em atividades independentes, pois não gosta de ser mandado nem criticado. Como tem grande vitalidade e energia física, pode se dedicar a várias atividades ao mesmo tempo sem se cansar. Como o 29, tem muitos começos e poucos fins, e por isso deixa de aproveitar as oportunidades de se tornar famoso e rico.
Tem tendência a aumentar seus aborrecimentos, embora não aparente e nem concorde com isso e, dessa maneira, se sujeita a muitos desapontamentos. É líder natural, mas falta-lhe espírito competitivo e força de vontade para lutar por seus ideais.
Para superar todos os pontos negativos, deve desenvolver otimismo, autoconfiança e perseverança de propósitos.Estudar a natureza humana, procurando compreendê-la, deixar de ser egoísta e se elevar sempre, seja no plano material como intelectual,são a base de sustentação para que atinja o sucesso e a felicidade tão almejadas.

DIA 29 = DIA DA ESPIRITUALIDADE

Quem nasce neste dia e souber orientar sua vida para o bem, conseguirá tudo o que desejar, pois o número 29 tem a característica de imprimir força ao nativo. É, um extremista: o 2 e o 9 levam-no ao estado de euforismo ou à melancolia. 
Tem grande capacidade auditiva e senso variado de humor, podendo em questão de segundos ir da alegria contagiante à mais negativa das formas: a violência. É um ser altamente espiritualizado e as pessoas que com ele convivem devem também comungar de seus ideais, pois caso contrário podem-se tornar seus inimigos.
Para conseguir se realizar usa de imaginação, brandura de modos (quando não o contrariam) além de elevado espírito de conciliação. Como é moral e intelectualmente elevado, usa a fé, o idealismo e o conhecimento inspirado para tingir seus objetivos, seus ideais. Sendo extremista, está sujeito a muitas mudanças comportamentais ao longo de sua duradoura vida e, por isso, deve procurar interesses definidos e manter o ânimo calmo e equilibrado, pois a sua normal agitação o torna disperso, provocando muitos começos e poucos fins.Há uma grande tendência a se voltar para a religião ou esoterismo após os 45 anos e deve cuidar para não cair no fanatismo e também não induzir os demais, pois como é inspirado e cativante, tem facilidade de convencer quem quer que seja.
Para ter sucesso na vida, necessita de harmonia em tudo e com todos, pois tem muita dificuldade em se situar no meio termo. 29 é o número do casamento e dos divórcios ou separações. Pode sofrer inúmeras decepções amorosas e, se encontrar a sua 'cara metade', normalmente casa-se cedo. Porém necessita controlar suas emoções e evitar atitudes apaixonadas, pois as uniões desfeitas causam-lhe imensos sofrimentos e dificuldades para se ajustar a uma nova relação.
Apesar de ser um pacifista, diplomata e conciliador, pode se tornar agressivo fisicamente, quando os seus princípios são violados ou as coisas não correm como gostaria, causando-lhe grande perda de energia e levando-o a se tornar irascível e até insuportável. As frustrações, desenganos e derrotas eventuais, podem lhe causar perturbações estomacais e demais órgãos do aparelho digestivo, ou mesmo moléstias de difícil diagnóstico e que se curam de maneira misteriosa. Tem tendência à obesidade e, por isso, deve controlar a alimentação e bebida. Fumar lhe é altamente prejudicial à saúde.

DIA 30= DIA DA REALIZAÇÃO

Manifestação, expressão, imaginação, liberdade, prazer em viver e comunhão com todos, são os principais predicados do nativo deste dia.Detesta ser criticado, pois é altamente sensível e não suporta se ver ' despido' de seus princípios e ideais. O 0(zero) à direita do 3 (três) mostra claramente que existe uma tendência à auto-anulação, à auto-desvalorização, subestimando-se em demasia.
Precisa constantemente se conscientizar de seu grande valor e de sua habilidade em superar dificuldades e, principalmente, impor-se antes a si próprio para depois conquistar o respeito e a admiração dos demais .É muito apegado à família e aos amigos; é bom e digno de confiança. Tem personalidade marcante, de certa forma perfeccionista, independente e não suporta ser mandado ou trabalhar em cargos ou funções subalternas.
Caso não seja moralmente desenvolvido, poderá tentar atingir seus objetivos de forma ilegal, fraudulentamente, usando de artifícios pouco convencionais (chegando mesmo a ser cruel), e como não consegue disfarçar seus sentimentos, quase sempre é pego e acaba se arruinando e arruinando os parentes, principalmente aqueles mais próximos,como filhos, irmãos ou o cônjuge. Fora desse lado negativo, normalmente é compreensivo e tolerante com tudo e com todos (apesar de às vezes pensar que está sempre certo).
Possui natureza jovial, altiva, dotes comerciais e grande capacidade para comandar e para ocupações que exijam sociabilidade e diplomacia. Quando lhe tolhem seus ideais ou frustram seus objetivos, o seu sistema nervoso sofre sobremaneira.

DIA 31 =DIA DA HABILIDADE

Como o número indica, os seus nativos possuem grande habilidade, capacidade, autoridade, ordem e segurança econômica, e dão mais valor às suas realizações do que a si próprio. É excelente em trabalhos comunitários ou em conjunto,mas dificilmente se adapta a regras e regulamentos. Como confia em todos, por causa da sua boa fé,normalmente é mal interpretado e enfrenta mais obstáculos que os demais, pois pensa que todos são como ele, honestos, retos e competentes, o que não é verdade e, assim, está sempre às voltas com problemas financeiros e também profissionais.
O nativo deste dia vive num mundo só seu e a maioria das pessoas tem certa dificuldade em compreendê-lo e para viver bem em sua companhia, a pessoa deve ser leal e compreensiva. Faz amigos e inimigos com a mesma facilidade..São suas características marcantes: trabalhar duro, ser honesto, leal, determinado e econômico. Jamais esquece um favor ou uma ofensa.
Adora um lar e crianças. Sempre que possível, deve-se casar cedo, pois a responsabilidade doméstica lhe é benéfica, trazendo paz e estabilidade à sua vida atribulada. Gosta de viajar e não suporta viver só. É teimoso e insistente em seus pontos de vista,ficando profundamente desapontado consigo mesmo quando não consegue realizar seus objetivos, levando-o a ter dores de cabeça e problemas cardíacos.


Assista este interessante vídeo do nosso canal

Antigo Tarô de Marselha (curso completo)






  • Origem


O pesquisador Michael Dummett, filósofo e estudioso dos jogos de cartas, concluiu que - na falta de provas documentais anteriores - o baralho de Tarô foi provavelmente concebido no norte da Itália, no século 15 e introduzido no sul da França, quando os franceses conquistaram Milão e Piemonte em 1499. 

Os antecedentes do Tarô de Marselha, então, foram introduzidos no sul da França. O jogo de tarô declinou na Itália, mas sobreviveu na França e na Suíça. Os desenhos são de caráter medieval e podem ter recebido influencia do vitral gótico, em razão de suas linhas ou de suas cores. Quando o jogo foi reintroduzido no norte da Itália, o padrão das cartas reconhecido como “de Marselha” foi introduzido na região.

  • As Cartas

Popularmente conhecido como cartas de ler a sorte, cartas ciganas, etc. o tarô é um conjunto de 78 cartas representando figuras humanas, animais, vegetais, objetos e símbolos. Essas cartas, ou lâminas, como também são conhecidas, contêm um significado oculto, tanto individual como em relação umas às outras.

Esse conjunto de 78 cartas se divide em dois grupos. Ao primeiro, denominado Arcanos Maiores, correspondem 22 cartas, tradicionalmente numeradas de 1 a 21 mais uma não numerada ou identificada pelo número zero. Mais raramente, alguns jogos não apresentam o número 13, mas isso por mera superstição. O segundo grupo de cartas, conhecido como Arcanos Menores, ou simplesmente "os naipes", contém 56 cartas, subdivididas em quatro grandes subgrupos, os naipes propriamente ditos: paus, copas, ouros e espadas. Cada naipe abrange quatorze cartas: rei, uma rainha, um cavaleiro, um valete e cartas numeradas de um a dez. As cartas de jogar, que todos conhecem, deriva deste segundo grupo de tarô.

  • O Ocultismo das Cartas
Para as bruxas, um oráculo não é para ser exposto ao público mas para consulta particular. As cartas de uma bruxa devem ser somente dela e caso ela deseje fazer consultas para outras pessoas, deve ter um baralho exclusivo para isto.

A bruxa, ou bruxo, para transformar um baralho de cartas em um oráculo deve iniciar tomando posse das cartas, ou seja, impregná-las com suas vibrações pessoais. Deve-se realizar uma pequena cerimônia de apresentação das cartas aos Deuses e deixá-las dormir uma noite ao luar (não é necessário que fiquem expostas ao tempo, podem ficar dentro de casa, diante de uma janela de vidro fechada recebendo os raios da lua, por exemplo).

As cartas devem ser guardadas envoltas por um tecido preto, em um local próximo à bruxa ou aos seus pertences, para que fiquem sempre impregnadas com a sua energia. Este baralho jamais deve ser visto ou tocado por outras pessoas e suas consultas devem ser secretas, ou seja, ninguém poderá saber o que for mostrado por estas cartas.

Este tarô corresponde a um oráculo de pesquisa, de aquisição de conhecimentos e respostas, de experiências, de crescimento interior. Esse conjunto de cartas deve ser escolhido e tratado com muito carinho, posto que será um jogo de estimação, uma vez que a carga emocional e afetiva envolvida em seu manuseio tende a aumentar-lhe a sensibilidade.

Quando a bruxa, ou bruxo, não quiser mais este baralho, deverá queimá-lo e lançar suas cinzas na natureza (jardim, campo, mar, etc.) pois ele carrega a energia daquele que o manuseava e esta energia deve ser entregue aos Deuses para proteger o(a) dono(a) do tarô.

  • Leitura do Tarô
Está diretamente relacionada com uma pergunta ou consulta formulada. Em outras palavras, a resposta a uma pergunta complexa pede uma leitura mais cuidadosa, mais elaborada; contudo, para uma resposta que não exija grandes aprofundamentos, uma leitura simplificada mostra-se suficiente.

Portanto, bastariam os Arcanos Maiores para uma resposta satisfatória, reservando-se os Menores para as leituras e análises mais complicadas.

  • Embaralhamento

Toda leitura é sempre precedida do embaralhamento das cartas e, em geral, embaralham-se os 22 Arcanos Maiores em separado dos 56 Menores.

A pessoa que embaralha as cartas as impregna com seu magnetismo. Desse modo, o embaralhamento deve ser feito por quem formula a pergunta, ou seja, o consulente. Tome-se isso, entretanto, como uma recomendação e não como norma obrigatória. O corte do maço, este sim, é exclusivamente do consulente.

Separados os dois grupos de Arcanos, embaralham-se as lâminas tal como nas cartas de jogar. Um outro método consiste em espalhar as cartas aleatoriamente sobre uma mesa (previamente forrada com um tecido preto) com as faces voltadas para baixo e movimentá-las circularmente no sentido anti-horário. Usar ambas as mãos.

O consulente corta então o maço em duas partes. O intérprete, em seguida, sobrepõe carta por carta das duas partes cortadas até que não reste nenhuma. Se sobrar alguma, recomeça a operação. É comum efetuarem-se três embaralhamentos e três cortes seguidos da sobreposição das cartas. Em geral, na terceira vez, o tarô dá um sinal: não há sobras, ou seja, o último corte separou o conjunto em dois conjuntos de onze cartas, e a sobreposição se completa sem sobras, "avisando" que o jogo está pronto para começar. Se, entretanto, após a terceira tentativa, isso ainda não ocorreu, é melhor parar e recomeçar do princípio, isto é, embaralhando tudo novamente. Às vezes, o sinal ocorre já na segunda sobreposição, raramente na primeira.

Os Arcanos Menores podem ser embaralhados da mesma forma e apenas uma vez.

  • Formulação da Pergunta


A maneira de abordar o oráculo revela-se fundamental, pois serão mobilizadas várias energias, principalmente mentais. O consulente deve visualizar a pergunta, que deve estar bem clara em sua mente. 

Para conseguir visualizar o que deseja saber o consulente deve concentrar-se, desligar-se do mundo exterior e mergulhar no seu íntimo, pensando exclusivamente na sua pergunta. Se for uma dúvida relativa a uma pessoa, por exemplo, o consulente deve pensar na pessoa e nas situações que a fizeram ter aquela dúvida. Deve-se fechar os olhos e visualizar concentradamente. Após isto, o consulente deve abrir os olhos e cortar o baralho.

  • A Leitura


São muitas as maneiras de fazer uma leitura de tarô, entretanto, qualquer que seja o modo escolhido ao terminar a fase de embaralhamento, o maço deve ser colocado sobre a mesa com a face para baixo. O intérprete virará as cartas de cima, da direita para a esquerda, lateralmente (a fim de não invertê-las). O sentido das cartas (correto ou invertido) é considerado a partir de quem faz a leitura e não do consulente (caso este não seja o próprio intérprete).


  • Leitura por Três


Embaralham-se os 22 Arcanos Maiores e viram-se três cartas, colocando-as em sequência. A primeira carta corresponde ao passado, a do meio ao presente e a terceira ao futuro. A interpretação se faz pelo encadeamento dos significados a partir da primeira carta. Pode-se introduzir uma modificação colocando-se as três primeiras da esquerda para a direita e, em seguida, colocando-se sob cada uma delas uma nova sequência de três cartas, que funcionarão como "explicadoras" da carta de cima; ou seja, a carta inferior afeta a superior. Ainda assim, conservam-se os significados de passado, presente e futuro.

  • Leitura por Cinco


Embaralhando o tarô, coloca-se uma sequência de cinco cartas da esquerda para a direita. A primeira é o passado, a segunda o presente, a terceira o futuro; a quarta será o consciente do consulente (seu enfoque consciente do problema) e a quinta carta representará seu inconsciente (seu enfoque inconsciente). Introduzindo nova série de cartas sob essas, teremos a leitura modificada por cinco.

  • Leitura por Sete


Representa a mesma coisa que a leitura por cinco, mas com a adição de mais duas cartas no final: a sexta representa a visão do consulente a respeito de si mesmo e a sétima, a visão que as outras pessoas têm do consulente. Também se pode aplicar o método modificante.

  • Leitura por Dez


É a leitura por sete com alguns acréscimos: a primeira carta representa a pergunta, o consulente; a segunda carta representa os obstáculos e problemas relativos à pergunta; a terceira representa a visão consciente; a quarta, a visão inconsciente; a quinta, a visão pessoal; a sexta, a visão por outras pessoas. A sétima carta reafirma e esclarece a quarta carta, enquanto a oitava faz uma síntese das seis primeiras. A nona carta representa uma explicação e reafirmação da terceira e, ainda, assume o papel de obstáculo vencido; finalmente, a décima carta representa o futuro, ou seja, a resposta à formulação.

  • Leitura por Doze


Essa modalidade de leitura segue os padrões astrológicos e por isso são doze cartas, porque são doze signos zodiacais. Os significados sobrepõem-se com os significados das casas astrológicas. É uma leitura muito mais complexa e precisa e requer conhecimento profundo de cada signo.

Para esta leitura, em geral, distribui-se as cartas na ordem numérica correta e depois coloca-se o maço restante no centro do círculo. Levanta-se então a primeira carta que representa o futuro. A leitura segue então dessa forma, vendo o futuro de acordo com as cartas e a influência dos astros.

Para uma leitura do futuro mais detalhada, deve-se acrescentar um círculo externo com os Arcanos Menores, respeitando a mesma ordem numérica de distribuição das cartas. Esta leitura é a mais completa para quem deseja saber mais detalhes sobre o futuro. Esta leitura, às vezes, torna-se impossível de compreender, pois as cartas e as posições ficam confusas, isto ocorre quando o futuro ainda não está definido e a pessoa pode mudar o seu curso.

  • Interpretação

Costuma-se atribuir um determinado significado a cada uma das cartas do tarô. Essa é a forma como ele chega mais comumente ao público, empregado tanto por cartomantes, como por estudiosos. Aos Arcanos Maiores, atribuem-se significados mais ou menos flexíveis, abrangentes, genéricos, mantendo-se restritos e particularizados os significados dos Arcanos Menores.

Essa constitui a forma mais usual de interpretação por estudantes sérios quando não há necessidade de leituras mais elaboradas ou quando não há uma preocupação maior com a clareza.

Um outro tipo de análise de cartas, principalmente dos 22 Arcanos Maiores, é aquele em que se procura apreender o significado da carta através de seu simbolismo e das reações intuitivas que ela desperta, bem como de seu posicionamento em relação às cartas vizinhas. Esse tipo de interpretação confere ao tarô dimensão e profundidade infinitas, fazendo do lançamento de sua carta um verdadeiro canal de captação do todo.

Numa primeira abordagem, o tarô nos remete a três níveis distintos de profundidade: físico, mental e espiritual (este é também chamado de consciente, subconsciente e inconsciente).

  • Nível Físico

Corresponde a uma interpretação literal das cartas, ou seja, pelo seu significado gráfico-simbólico, sem grandes preocupações intuitivas, pouco dependendo do grau de conhecimento ou de sensibilidade do intérprete.

Trata-se da forma de leitura mais superficial e por isso mesmo, mais conforme os problemas do nosso dia-a-dia (dinheiro, emprego, amores, casamento, filhos, inveja, ciúme, etc.). Enfim, está em relação direta com o nosso material, biológico, racional. Esta a forma de leitura mais comumente feita por cartomantes e curiosos em geral.

  • Nível Mental

Neste nível ocorre o aprofundamento no abstrato, a interpretação se faz já vislumbrando a ação das forças e leis que regem a natureza, o cosmo.

Aqui, a intuição começa a se mostrar e o consulente começa a perceber suas relações com o mundo ao seu redor (e não mais apenas com o intérprete), as grandes tendências de seu futuro, porém já em termos de auto-avaliação.

As experiências estético-sensoriais vão ocupando os espaços antes preenchidos por sensações unicamente orgânicas. Em suma, o nível mental é o elo de ligação entre os dois extremos - o material e o espiritual.

  • Nível Espiritual

O terceiro e mai profundo nível, o espiritual, só faz sentido para aqueles que já se voltaram para o caráter eterno do ser, aqueles para quem o mundo material, com todas as suas atrações, já não exerce influência, ou pelo menos, não mais ocupa lugar de destaque na escala de valores. 

Essas pessoas, tendo já transcendido suas limitações materiais, preocupam-se com sua parte imortal, passando a ter (e ser) um canal aberto aos planos superiores. Em tal situação, o estudioso do tarô tem sua intuição extremamente aguçada, estando em condições de estabelecer suas próprias normas de conduta e de decidir sobre quais aspectos de sua vida deve interferir para obter maior crescimento espiritual e energético. 

  • Análise Individual da Carta

A análise e interpretação do grafismo de cada carta envolve três etapas: a análise das cores, de sua distribuição(posicionamento na mesa em relação às outras cartas) e a análise conjunta do simbolismo gráfico e das cores. 

1. Figuras Geométricas


Ponto, círculo, triângulo: Representam a essência, o espírito. O ponto é o espiritual em sua forma embrionária, potencial, já o círculo é a sua realização.O triângulo significa a espiritualidade polarizada, ou seja, o plano espiritual mais baixo, mais próximo à matéria. Daí os dois triângulos entrelaçados ( o selo de Salomão), um apontando para cima, significando o ser humano ascendendo ao divino, o outro apontando para baixo, significando o elemento divino em sua descida á matéria. 

Cruz e/ou quadrado: Geralmente representam o mundo material, o sofrimento, a necessidade de superação e transcendência desse plano. O quadrado ou o cubo estão mais ligados ao materialismo, enquanto a cruz representa o sofrimento no físico (perdas, hábitos, vícios, etc.).
Lemniscata: Essa palavra vem do latim e significa "ornadas de fitas", sua forma é um 8 e lembra um laço de fita. É a forma do chapéu do Mago e da Força. Representa a parcela essencial do ser humano, ou seja, a sua alma. Corresponde aos processos que ocorrem no transcorrer da vida de uma pessoa e não são determinados pela personalidade.

2. As Cores

Correspondem às condições psicológicas ou ao estágio individual do indivíduo, seu grau de apego e/ou desprendimento do plano físico.

Vermelho: Significa ação, violência, agressividade, arroubo, sexualidade, virilidade. 

Azul: Expressa passividade, introspecção, ponderação, materialismo, indecisão, feminilidade.

Amarelo: Representa o intelecto ou as fixações intelectuais do indivíduo, se na cabeça, intelectualismo ou atividade intelectual predominante. Se nos braços e pernas, esperteza, trabalho com as mãos e os pés. 

Branco: Denota pureza, a alma, essência do ser, desenvolvimento por meio de crescimento interior e não da personalidade.

Verde: Expressa regeneração, decomposição, desagregação, podendo representar, ao mesmo tempo, renovação. Em geral é expresso pelo simbolismo vegetal das cartas.

3. Os Objetos

São quatro os objetos mais comumente reconhecidos no grafismo das cartas e podem estar representados de maneira direta ou indireta.

Bastão ou clava (paus): Significa o cetro de poder, ação, intelectualidade. 

Copo ou taça (copas): Expressa receptividade, passividade, emoção.

Espada, punhal (espada): Violência, atividade física, ação.

Moeda, roda, pantáculo (ouros): Denota a matéria, o ambiente exterior.

4. Direção e posição

As direções e posições das figuras representadas nas cartas também apresentam importante significação

Para a esquerda: Representa o passado 

Para a frente: Se encarando o consulente, é o presente

Para a direita: Denota o futuro

Figura em pé: A ação será imediata ou o acontecimento está bastante próximo

Figura sentada: A ação será demorada ou o acontecimento demanda um certo tempo para ocorrer, ou ainda, reflete antigas influências do passado

Para baixo: Representa acontecimentos ou ações ligados ao passado, mas interferindo nos assuntos presentes

Para diante: Direita ou esquerda, segundo o plano horizontal, significa acontecimentos atuais, aqueles que se desencadearão presentemente

Para cima: o Louco é a única figura que olha para cima e isto significa possibilidade de ação ou de liberação

  • Análise das Cartas em Conjunto


Essa fase segue-se à leitura individual das cartas, devendo ser analisado os seguintes aspectos: a harmonia ou desarmonia dos elementos antagônicos (ação/imobilidade, espiritualidade/materialidade, atividade/passividade, etc.); as influências recíprocas que as cartas exercem umas sobre as outras; a localização da carta dentro de cada leitura.

  • Os Arcanos Maiores

Esse conjunto, em número de 22 cartas, compõe a base, o alicerce do tarô. Ao contrário dos Arcanos Menores, sua significação é central, um tanto fixa, porém de simbologia muito mais profunda. É nesse conjunto que os três níveis se configuram e é nele que o estudioso interessado deve focalizar sua atenção. Estas cartas são: o Mago, a Papisa, a Imperatriz, o Imperador, o Sumo Sacerdote, o Enamorado, o Carro, a Justiça, o Eremita, a Roda da Fortuna, a Força, o Enforcado, a Morte, a Temperança, o Diabo, a Casa de Deus, a Estrela, a Lua, o Sol, o Julgamento, o Mundo, o Louco.


I - O Mago


O homem no sentido natural, desconhecedor de suas potencialidades e possibilidades. Seu chapéu forma a "lemniscata", o oito horizontal, símbolo do infinito e do conhecimento esotérico. Os ombros formam um círculo e a mesa um quadrado da matéria.

Nas mãos do mago vemos o bastão (cetro) e a moeda (círculo) de maneira oposta, representando o engano. O vegetal significa vitalidade.

Detalhes importantes:
  • a posição cetro/moeda;
  • os braços formam o aleph;
  • o disfarce do potencial dos objetos sobre a mesa - punhal (espada); taça (cálice); moeda (círculo); bastão (cetro);
  • o olhar e a direção do olhar do mago.
Interpretação
  • Posição correta: início das atividades (excesso de vermelho), empenho para falar, atuar, estudar ou escrever. Capacidade de aceitar riscos. Inteligência alerta e aberta; eloquência persuasiva.
  • Posição invertida: charlatanice, covardia, fraude.
  • Sentido esotérico: reconciliação de extremos, desenvolvimento do eu dentro das possibilidades oferecidas pela vida. A cegueira do homem perante seu próprio estado e suas potencialidades espirituais.

II - A Papisa


Necessidade de tornar-se receptivo, de pensar, ou de parar, a fim de se aprimorar. Deve-se receber experiências no campo espiritual para se aprimorar. O tronco e a cabeça da figura formam um triângulo ascendente e a parte inferior de sua cabeça forma o sinal da matéria.

Detalhes importantes:
  • o olhar e a direção do olhar da figura;
  • o livro, como fonte de sabedoria;
  • a predominância do azul;
  • a cor vermelha losangular (vagina) como atividade escondida.
Interpretação
  • Posição correta: intuição, coisas escondidas, influência da Lua e de Saturno. Silêncio ou necessidade de silêncio, um estrangeiro, sentimento religioso.
  • Posição invertida: preguiça, imaginação em excesso, intenções hostis
  • Sentido esotérico: desenvolvimento da vida contemplativa, necessidade de retorno ao âmago intelectual e espiritual, percepção das próprias necessidades espirituais. A mulher ideal.

III - A Imperatriz


O ser humano realizado, plenamente consciente de suas potencialidades. As asas encurvadas da águia no brasão representam autoridade moral, espiritualidade. O tronco e a cabeça formam o triângulo ascendente, espiritual, e a parte inferior da figura forma o quadrado da matéria.

Detalhes importantes:
  • a direção do olhar da figura;
  • a predominância do azul;
  • a coroa (realização e poder);
  • o cetro amarelo;
  • o brasão entre o céu e a terra;
  • as asas da águia apontando para cima;
  • as asas da própria figura;
  • a planta à esquerda.
Interpretação
  • Posição correta: sabedoria, força espiritual, ação, inquietude, evolução, progresso das forças da civilização. Corresponde às influências femininas da Lua, de Vênus.
  • Posição invertida: frivolidade, vaidade, falta de senso prático, prodigalidade excessiva, perda de bens materiais, esterilidade.
  • Sentido esotérico: representa a alma do homem, sua compreensão, elegância e domínio. Representa também a feminilidade como forma de expressão, de criação e de poder exercido com sutileza. Simboliza ainda esplendor e mesmo a mulher amada.

IV - O Imperador


Representa o ser humano, ou melhor, como ele virá a ser quando desenvolver seus potenciais. A cabeça e as costas formam o triângulo ascendente da espiritualidade, e as pernas se cruzam, simbolizando a matéria.

Detalhes importantes:
  • o chapéu, que representa crescimento interior;
  • a predominância do azul;
  • o cetro amarelo;
  • o cinto amarelo e o medalhão;
  • a águia no brasão, com as asas abertas;
  • a planta começando a se desenvolver.
Interpretação
  • Posição correta: forte autoridade ou necessidade de consulta a uma autoridade superior. Vontade, força de execução, riqueza material. Influência de Saturno, Marte e Júpiter. Representa a lei, o poder público, perseverança, força resoluta, certeza.
  • Posição invertida: dogmatismo, fraqueza de caráter, medo de autoridade, imobilismo.
  • Sentido esotérico: fluxo de energias no sentido da realização.

V - O Sumo Sacerdote


A fertilização do espírito, o uso e o abuso do conhecimento esotérico ou ocultista. A cabeça apresenta-se coroada por uma tiara em que predomina o amarelo, ou seja, a espiritualidade. A mão direita aponta a esquerda, que segura a cruz tríplice, também amarela, denotando a necessidade de se iniciar o estudo das coisas espirituais e esotéricas. O torço e a cabeça reafirmam tal situação ao formarem o triângulo acendente. As duas figuras ajoelhadas representam os bons e os maus potenciais e suas mãos formam um novo aleph, representando o início de um novo ciclo. 

Detalhes importantes:
  • o olhar da figura;
  • as colunas atrás da figura(asas em potencial);
  • as cores;
  • a veste azul e o manto vermelho.
Interpretação
  • Posição correta: dever, consciência, disposição para a vida religiosa, conselheiro, conselhos, generosidade, perdão, autoridade moral, doação de conhecimento.
  • Posição invertida: moralismo estreito, superstição, conselheiro pedante e incompetente.
  • Sentido esotérico: a procura de um mestre; indecisão quanto à moralidade de uma situação, do certo e do errado; necessidade de se conhecerem todas as facetas de um problema.

VI - O Enamorado


A indecisão do ser humano frente a decisões difíceis, porém inevitáveis. À esquerda está a mãe (ou o vício), que aponta para as partes genitais; à direita, a amada(a virtude), aponta para o coração. No meio, o Cupido arma sua flecha, tendo ao fundo o fogo lunar; a figura do Enamorado olha para a esquerda.

Detalhes importantes:
  • as listras na roupa da figura central indicam indecisão, pois não há dominante;
  • a cor vermelha, que predomina à esquerda e a cor azul, que predomina à direita;
  • a direção da flecha;
  • a cor do chão aos pés do Enamorado;
Interpretação
  • Posição correta: necessidade de decisões e de escolhas responsáveis, desejo e simpatias benevolentes, escolha de relacionamento, casamento.
  • Posição invertida: irresponsabilidade, vícios, hipocrisia.
  • Sentido esotérico: luta interior para chegar a uma decisão sobre o aspecto físico e espiritual

VII - O Carro


O ser humano equilibrado e, portanto, bem-sucedido, que foi capaz de decidir corretamente. O corpo do homem, coroado em amarelo, representa o equilíbrio no bem e o poder. A moldura formada pelos quatro mastros mostra que ainda há certo apego à matéria. O carro corresponde ao corpo material, veículo do espírito, e os dois cavalos significam as contradições entre a passividade e a atividade, as emoções contraditórias.

Detalhes importantes:
  • os quatro mastros coloridos e o equilíbrio de suas cores;
  • o cetro amarelo;
  • uma das mangas é amarela e a outra vermelha;
  • o azul central no tórax da figura;
  • as ombreiras;
  • o vegetal no centro;
  • as expressões dos cavalos, bem como suas direções opostas.
Interpretação
  • Posição correta: merecido triunfo sobre os obstáculos, sucesso nas empreitadas, principalmente nas iniciadas sobre a influência de Júpiter. Viagens bem-sucedidas, trabalhos bem-executados.
  • Posição invertida: colapso inesperado de planos, doenças, fracasso, prejuízos, perdas no último instante.
  • Sentido esotérico: capacidade humana de, através da mente, controlar o corpo(carro) num rumo certo e definido, apesar das emoções.

VIII - A Justiça


O equilíbrio entre o bem e o mal, que deve ser conseguido pelo homem. Uma parada para pensar e analisar a situação. Necessidade de deliberação antes de tomar uma decisão importante e necessária.
Os ombros e a balança formam o triângulo ascendente, espiritual. Há equilíbrio nas cores azul e vermelho, e o encosto da cadeira forma as "asas" da alma. Ao mesmo tempo, nota-se a espada (matéria) erguida, em posição de ação, empunhada pela mão direito. O símbolo de equilíbrio pende à esquerda.

Detalhes importantes:
  • a posição frontal da figura;
  • sua expressão resoluta;
  • a balança amarela;
  • a coroa amarela;
  • a espada, que aponta para cima;
  • a planta no chão.
Interpretação
  • Posição correta: equilíbrio, regularidade, honra, harmonia, estabilidade, ordem, conservação, razão, lei, virtude, integridade.
  • Posição invertida: complicação, fanatismo, timidez, intolerância, abuso, desordem, injustiça.
  • Sentido esotérico: nosso eu tentando deliberar sobre a ação a ser tomada.

IX - O Eremita


O ser humano ligado ao passado, à procura de algo intangível, desligando-se de toda atividade normal. O homem que já atingiu o conhecimento e tenta iluminar os de seu tempo. O peso do saber, que não encontra aplicação prática no mundo utilitarista. Indica também a necessidade de uma mudança ou abertura na vida, bem como de uma busca efetiva de autoconhedimento. Apenas o rosto, a lanterna e o bastão sobressaem das vestes.

Detalhes importantes:
  • o capuz caído, deixando descoberta a cabeça;
  • a direção da figura;
  • a lanterna, elevada, na mão direita;
  • o bastão, na mão esquerda, apoiando-se no chão;
  • as cores da lanterna;
  • a figura recurvada, de idade avançada;
  • a expressão do Eremita;
  • a cor amarela por dentro do manto.
Interpretação
  • Posição correta: silêncio, "morte" social, meditação, retirada da vida, prudência, sabedoria, espírito de sacrifício.
  • Posição invertida: avareza, falta de sinceridade, misantropia, procura de proteção, atos imprudentes, imaturidade.
  • Sentido esotérico: preocupações com o passado podem atrasar o desenvolvimento espiritual do homem; exageros à parte, representam as bases desse mesmo desenvolvimento.

X - A Roda da Fortuna


O mundo da ilusão e da mudança. ascensão e queda, com sua força controladora: a ausência, o desequilíbrio, o destino como dominador. A figura animalesca no alto, coroada e alada, representa o homem que conseguiu "sucesso". Significa também a ilusória vitória sobre a existência. Os dois outros animais presos à roda expressam os altos e baixos que a vida nos impõe, bem como a luta dos espíritos malignos para se apossarem do ser incauto. O medo do espiritual, da união do homem com os Deuses ou com Deus.

Detalhes importantes:
  • as cruzes invertidas nos pés da roda (bases espirituais);
  • não se vê o outro lado do eixo da roda, bem como a coluna direita que o apóia;
  • os raios da roda, em número de seis;
  • o ser que sobre, amarelo (espiritual, embora animalesco);
  • o ser que desce, cor de carne, simiesco (o homem em sua condição animal);
  • as expressões dos três animais.
Interpretação
  • Posição correta: período de instabilidade, falsidade, mudanças, ilusão.
  • Posição invertida: não tem significado nessa posição.
  • Sentido esotérico: o círculo representam a necessidade das forças malignas se apossarem do ser humano a fim de, neste, se auto-purificarem. Os raios da roda significam a tentativa das forças negativas de tornar o homem cada vez mais animalizado e materialista, com a consequente perda da sua liberdade. Indica que essas forças maléficas agem no sentido de igualar o homem a elas próprias.

XI - A Força


Representa a atuação de uma força superior (no caso, a vontade do ser humano) sobre a força bruta, os instintos, a parte animal do ser humano. O chapéu da figura humana forma a lemniscata e seus ombros um semi-círculo. Os braços cruzados submetem um leão amarelo. Domínio do espírito por uma força superior.

Detalhes importantes:
  • a lemniscata (infinito) sobre a cabeça, no chapéu;
  • as cores em equilíbrio na parte superior da figura;
  • a figura humana parece dominar o leão com facilidade;
  • a direção do olhar;
  • o pé da figura em direção ao futuro;
  • o leão não tenta fugir.
Interpretação
  • Posição correta: algo deve sofrer uma transmutação. Utilização racional da força, reconhecimento de suas vantagens e desvantagens. Uso da força pela negação de seu emprego.
  • Posição invertida: domínio pelas coisas materiais, com inversão da ordem de valores.
  • Sentido esotérico: completa o sentido da carta anterior, mostrando a luta entre o bem e o mal das forças espirituais contra a matéria.

XII - O Enforcado


Desconhecimento completo do caos interior ou exterior que cerca a existência do ser humano, que se esforça em não mudar de postura. A futilidade dos esforços por se manter uma determinada posição, pois não existe razão para isso.

As pernas cruzadas denotam predominância do mundo material sobre o espiritual. O restante do corpo forma o triângulo descendente, invertido, indicando algo não-natural. O quadrado (mundo material) envolve a figura inteiramente.

Detalhes importantes:
  • os pés não estão amarrados (a situação não é incorrigível);
  • a cor vermelha dos membros inferiores;
  • o olhar da figura;
  • as plantas;
  • os ramos cortados dos troncos.
Interpretação
  • Posição correta: crise interna que pede a imediata resolução, passividade.
  • Posição invertida: tentativa de solucionar o problema de autocorreção.
  • Significado esotérico: o homem primeiro deve "morrer" para a matéria a fim de poder ingressar no mundo espiritual

XIII - A Morte


Uma transformação inevitável ou mesmo um rejuvenescimento. É o planeta Saturno, cujo símbolo se forma pela cruz dos braços e pela foice.

Detalhes importantes:
  • parte do esqueleto se encontra envolvida por carnes;
  • a foice é vermelha e o cabo amarelo;
  • o pé esquerdo atravessado pela foice;
  • a direção da figura;
  • as cabeças no chão - o Sol e a Lua;
  • a vegetação;
  • a cor do chão;
  • a lemniscata disfarçada formada pelos braços e pela foice.
Interpretação
  • Posição correta: transformação, morte inevitável, influência de Saturno.
  • Posição invertida: passa à influência de Júpiter, Sol e Lua; fertilidade, desenvolvimento.
  • Significado esotérico: é chegada a hora de uma transformação de fato, no sentido de uma regeneração espiritual, após o reconhecimento da futilidade da realidade, é a "morte" material.

XIV - A Temperança


Mudança, alteração, no sentido de que deve ocorrer uma ativa transformação de forças. Uma figura angelical segura dois recipientes, transferindo água de um para o outro.

Detalhes importantes:
  • a figura é feminina;
  • seu olhar se dirige para o passado;
  • as cores estão em equilíbrio;
  • o fluxo da água - de três, passa para dois;
  • as cores dos vasos;
  • não há desperdício de água;
  • a disposição das cores sugere o ying/yang chinês;
  • as plantas;
Interpretação
  • Posição correta: união de opostos, disciplina, autocontrole, viagem bem-sucedida, sociabilidade
  • Posição invertida: falta de personalidade, falta de controle, corrupção geral.
  • Sentido esotérico: união de opostos ou, ainda, as voltas da Roda da Fortuna.

XV - O Diabo


O ser humano dominado por suas paixões, vícios, emoções, do que somente se salvará se tiver a necessária firmeza para provocar conscientemente uma mudança. O corpo do diabo, até seu pênis, forma um triângulo negativo, descendente, apontando para a base quadrada (matéria).

Detalhes importantes:
  • as asas formam um semicírculo (desejo de voar, de ser puro);
  • as cordas que prendem os dois cativos (emoções);
  • o cinto do diabo (fixação ativa no sexo);
  • as asas e membros azuis (passividade, preguiça);
  • a expressão dos dois cativos (contentes ou indiferentes à situação em que se encontram);
  • a espada quebrada na mão esquerda.
Interpretação
  • Posição correta: período de estagnação, frustração total, sensação de barreira intransponível;
  • Posição invertida: não tem significado nessa posição;
  • Sentido esotérico: todas as más intenções, crimes, meias-verdades, mentiras e frustrações do mundo material aguardam a sua regeneração ou transformação por meio do sacrifício ou sofrimento.
Observação: O conjunto formado pelas três últimas cartas completa o significado do ciclo anterior, de cinco cartas, ao fornecer os elementos que deverão ser usados ou combatidos para se obter uma evolução interna. Agora, passa-se à situação exterior, ou seja, aquilo que depende de fatores externos.

XVI - A Casa de Deus


Falta de capacidade do homem em responder de forma eficiente a uma determinada situação externa; isso o afeta de tal maneira que ele despedaça sua própria condição interna ou os outros.
A torre é destroçada e dois personagens dela são arrojados. A torre tem forma triangular, mas seu teto é circular. Um raio arranca seu telhado, significando a impossibilidade de ajustar-se um quadrado a um círculo, ou seja, a união de coisas naturalmente separadas.

Detalhes importantes:
  • a torre quadrangular, o teto redondo com ameias amarelas;
  • o raio do céu;
  • as figuras em queda;
  • as pedras vermelhas, azuis e brancas, descendo do céu;
  • o chão amarelo e as plantas.
Interpretação
  • Posição correta: catástrofes, excessos, desastre, perseguição de ideias genéricas, influências belicosas.
  • Posição invertida: doenças, falta de rumo, punição injusta, perda da liberdade, ausência de definição.
  • Significado esotérico: desastre espiritual que afetará o consulente por meio de ação não-condizente com as necessidades do momento ou da situação.

XVII - A Estrela


Inspiração, criatividade, oportunidades, o espírito da humanidade visto sob o aspecto criativo. Quatro elementos estão visíveis e um invisível: fogo(a estrela), ar(o pássaro), água(saindo dos jarros) e terra (onde está a figura). Todos eles encontram-se em seus devidos lugares, interagindo, formando o quinto elemento, espiritual, que dá vida a todos os outros.

Detalhes importantes:
  • os braços e os cabelos da mulher, mais a água que sai do jarro formam o símbolo ying/yang, ou serpente da vida;
  • a árvore da vida, com o pássaro, totalmente desenvolvida;
  • parte da água cai na água e parte no chão, representando os atos e ideias perdidos e os atos e ideias férteis.
Interpretação
  • Posição correta: inspiração, criatividade, contato com alguma pessoa que inspirará o consulente.
  • Posição invertida: má sorte, doença mental, emoções desenfreadas, malconduzidas.
  • Sentido esotérico: o ser humano é o ponto central das lutas dos elementos e somente poderá equilibrar-se e realizar-se quando estabelecer equilíbrio entre eles. Essa lâmina representa também a influência dos elementos e astros em nossa vida material, mental e espiritual.

XVII - A Lua


Uma alegoria da condição humana sobre a Terra. A carta apresenta a Lua "sugando" a energia terrestre. Os dois animais, representando as emoções, uivam para ela. A lagosta na lagoa de águas paradas é Câncer.

Detalhes importantes:
  • a expressão do rosto;
  • os dois castelos ao fundo são amarelos, bem como o chão;
  • a direção das gotas;
  • o predomínio do azul;
  • a lagoa de águas paradas(estagnação);
  • as plantas;

Interpretação
  • Posição correta: aviso de algo ruim, excesso de imaginação, influências perniciosas, exposição a perigos, drogas, alcoolismo, instabilidade. Relaciona-se ainda com os estados do sono.
  • Posição invertida: decepção, falsas opiniões, fraude, pequenos prejuízos.
  • Sentido esotérico: as condições da alma quando sob o domínio da matéria.


XIX - O Sol


Alegoria do processo de crescimento, o oposto da carta anterior. Reciprocidade, alegrias repartidas, frutos do trabalho a dois. O Sol derrama sua energia para todos os lados. As duas crianças (gêmeas) estão em atitude amistosa, portanto solidárias.

Detalhes importantes:
  • os raios do Sol;
  • a direção das gotas;
  • o muro (isolamento, proteção);
  • o predomínio do amarelo.

Interpretação
  • Posição correta: presságio favorável, grande sucesso, facilidade e clareza de expressão, boas relações, amizade leal, contentamento no amor.
  • Posição invertida: falhas, perda de valores, mal-entendidos.
  • Significado esotérico: grande criatividade e felicidade, o paraíso, altruísmo, libertação.


XX - O Julgamento


Renascimento a partir de uma reavaliação de valores e de atividades. O anjo toca sua trombeta do céu para a terra, é o processo de ativação da matéria. O grupo de figuras forma o ponto focal de energia ativadora, ou seja, representa a própria matéria.

O anjo segura ainda a cruz (matéria) na mão esquerda, ao mesmo tempo que procura "acordar" os que ainda não iniciaram o desenvolvimento espiritual. As três figuras são a mãe (Lua), o pai (Sol) e o filho, este de costas, representando a humanidade que ainda não se definiu. As duas figuras de frente representam conselheiros e guias já redimidos, que procuram ajudar os que ainda se encontram nos "túmulos".

Detalhes importantes:
  • a nudez das figuras;
  • a aridez da paisagem ao fundo;
  • as figuras no plano terrestre (em número de três).

Interpretação
  • Posição correta: regeneração, sucesso frente a uma dificuldade, decisão legal favorável, proteção.
  • Posição invertida: falta de ajuda, divórcio, falha num empreendimento, indecisão, rompimento de laços bem-estabelecidos.
  • Sentido esotérico: sucesso nas relações ou empreendimentos criativos, se conseguir vencer a letargia.


XXI - O Mundo


Uma reunião e síntese das cartas anteriores. A matéria dominada pelo espírito(círculo). Este por sua vez, apresenta-se em equilíbrio entre atividade e passividade, rodeado pelos quatro elementos: o anjo (ar), a águia(água), o leão(o fogo) e o touro (terra).

Detalhes importantes:
  • as cores da guirlanda;
  • o bastão da mulher;
  • as pernas, que representam o inverso do enforcado;
  • o olhar da figura;


Interpretação
  • Posição correta: sucesso, segurança, realização, conclusão, recompensa.
  • Posição invertida: obstáculo a ser superado, ligação às coisas terrenas.
  • Sentido esotérico: equilíbrio e organização entre espírito e matéria.



XX - O Louco - ou o Zero (0)


A condição de ser humano sobre a Terra. Um homem com um chapéu de bobo, sacola nas costas, roupa extravagante e rasgada, caminha despreocupado, sendo perseguido por um cão.

Detalhes importantes:
  • a direção da figura;
  • a cor da roupa - conflito de emoções;
  • as plantas no chão;
  • a sacola nos ombros - leva o potencial para se tornar o Mago ou chegar ao Mundo;
  • a expressão inconsequente da figura;
  • o bastão seguro sem convicção e mal tocando o chão;
  • o chapéu amarelo;
  • o bastão - cetro, espada ou o quê?
  • o cão - emoção, desejos, situações.

Interpretação
  • Posição correta: passividade, início de um processo, possibilidade, novos horizontes se abrindo, entusiasmo juvenil.
  • Posição invertida: impulso cego, falta de direção, inconsequência.
  • Sentido esotérico: aconselha-se o consulente a olhar e avaliar o que possui e a tentar determinar um novo caminho.


  • O Arcanos Menores

As cartas do jogo dito Menor correspondem às 56 restantes do Tarô quando deles são retiradas as 22 cartas dos Arcanos Maiores. Esse conjunto assume um caráter periférico em relação àquele, e seria sua função esclarecer, explicar, acrescentar detalhes, minúcias. Em suma, focalizar melhor as ideias genéricas colocadas pelas cartas dos Arcanos Maiores. É portanto, nas leituras de consultas mais complexas - envolvendo situações que arrolam um número maior de pessoas e situações variáveis, grupos sociais diferentes e relações mais complicadas, enfim, quando se necessita de maior refinamento e sensibilidade na resposta - que os Arcanos Menores mostram utilidade.
Os significados dos Arcanos Menores, ao contrário dos Maiores, são fixos e ligados à sua natureza intrínseca. Também aqui temos três grandes níveis de significado: material (ou literal), mental e espiritual. No nível material, podemos utilizar os elementos discutidos mais adiante, enquanto que, nos níveis mental e espiritual, faz-se necessário um trabalho mais elaborado, individual, carta a carta, para se chegar a seus componentes mais profundos. Para o primeiro caso, podemos destacar alguns elementos fixos:
  • paus e copas - vermelhos e amarelos;
  • espadas e ouros - negros, amarelos ou azuis.

Essas cores podem ser interpretadas à semelhança dos Arcanos Maiores:
  • Vermelho: Atividade, vidência
  • Azul: Passividade, feminilidade
  • Amarelo: Intelectualidade, inteligência, sociabilidade
  • Verde: Putrefação, renascimento, reação, potencialidade
  • Negro: Ausência, parada temporária, processo oculto, ainda não revelado.
Naipe de Copas
Os significados das cores devem merecer especial atenção do estudioso, pois representam estágios, etapas, degraus do desenvolvimento humano. Em outras palavras, cada cor é representativa do nível de consciência do indivíduo num determinado momento. Daí as cores mais básicas representarem, respectivamente, o homem "normal", com seu intelecto, suas emoções e seu veículo físico.

A cor verde representaria, então os momentos de crise interior, crises essas geradoras de etapas de renovação. A cor negra, por sua vez, representaria um período de maturação e necessidade de paciência. Essas duas cores funcionariam como verdadeiros choques elétricos, espicaçando e estimulando o ser humano a despertar e a sair de sua condição mais baixa, procurando assim se elevar.

  • Os Naipes
A palavra "naipe" tem origem no árabe naib, que significa representante, mensageiro, alguém incumbido de uma determinada tarefa. Reconhecemos quatro naipes no tarô: paus, copas, espadas e ouros.

Numa primeira classificação, podemos agrupar os naipes dois a dois como detonadores de atividade, exteriorização(paus e espadas) e de passividade, repouso(copas e ouros). Temos aí, portanto, um outro aspecto do dualismo do ser humano, que oscila constantemente entre esses dois parâmetros: atividade e passividade.

Porém, a existência de dois símbolos para cada uma dessas características nos permite situar ambos os aspectos num contexto centralizado no ser humano: movimento interno(paus) contra movimento externo(espadas). Igualmente, há a receptividade para os externos(outros). Temos então:

  • Paus: Atividade exterior / Intelecto
  • Ouros: Passividade exterior 
  • Espadas: Atividade externa
  • Copas: Passividade / Emoções internas

Naipe de Espadas
Saindo do contexto individual(isto é, do particular), podemos ampliar essa relação quádrupla, dando-lhe caráter geral e colocando-a numa visão coletiva: Filosofia, religião, ciência e arte.

Portanto, os significados atribuídos a cada um dos naipes dependem do enfoque dado à pergunta e, é claro, da resposta obtida. De um modo geral, entretanto, podemos fixar esses significados:
  • Paus: Intelectualidade, dominação, ideias, espiritualidade, criatividade, poder, reflexão, racionalismo e controle.
  • Copas: Sentimentalismo, paixões, amor, ensino, passividade, receptividade, sensibilidade, fragilidade, expectativa e rancor.
  • Espadas: Ação, violência, adversidade, antagonismo, luta, transformação, morte, ferimentos, acidentes, golpes de sorte, coincidências, ações intempestivas e ações não-planejadas.
  • Ouros: Materialismo, realização, riqueza como resultado, final de um processo ou esforço, avareza, ambição, egocentrismo, sensualidade e tendência ao jogo.

Pode-se dizer então que cada naipe representa uma tendência, a qual, por sua vez, irá se desenvolver num conjunto de situações correlatas e que deverão ser levadas em conta na interpretação.

  • As Figuras
Em um sentido mais simples, as figuras dos naipes, em número de quatro (rei, rainha, cavaleiro, valete), representam as pessoas ligadas ao consulente.

  • Rei: O dominador, aquele que exerce o poder, que influencia o consulente. Pode ser o pai, marido, patrão, filho, governante, sacerdote, comandante, etc.
  • Rainha: É o elemento modificador, aquele que dá condições para que o poder do rei se expresse de forma não destrutiva ou tirânica. Representa igualmente as opções ou saídas às perguntas formuladas, estando expressa na figura da mãe, esposa, filha, amiga, amante, colega do sexo feminino, elementos femininos em geral.
  • Cavaleiro: É o atuante, o elemento que age. Representa as pessoas ou situações em ação, aquelas que geralmente provocam a necessidade da consulta. Pode ser um inimigo, o namorado, o amante, um credor, uma pessoa da família, etc. Facilmente identificável porque se representa como o motivo principal da pergunta.
  • Valete: Corresponde aos intermediários, às pessoas relacionadas de forma mais ou menos indireta com o problema, mas representando parte substancial da angústia, ansiedade do consulente. Geralmente pessoas da família, amigos próximos, tios, filhos, etc.

Naipe de Ouros

Os naipes, portanto, nos dão condições de delinear em maior detalhe certos elementos que interferem ou sofrem interferência segundo a leitura do Tarô. Sua interpretação em termos de relação de poder ou de pessoas dependerá da pergunta formulada e de alguns outros elementos, como os que seguem abaixo:

1ª situação: A figura dos naipes é precedida ou recebe influência de:

    • Um Arcano Maior: explica o Arcano Maior relativamente a pergunta formulada
    • Uma figura dos naipes: significa relação de poder ou  de autoridade, ação
    • Um número dos naipes: significa relação de parentesco

2ª situação: A figura dos naipes precedendo ou influenciado as seguintes cartas:

    • Um Arcano Maior: limita o significado do Arcano Maior, tornando a situação mais inevitável. Localiza a ação desse Arcano Maior sobre a situação de poder ou pessoa representada.
    • Uma figura de naipes: modifica o significado da carta seguinte, indicando responsabilidades, manipulações, pessoas envolvidas
    • Um número dos naipes: indica uma relação de tempo, sendo que o número representa a quantidade de tempo que a figura de naipe determina (em geral, rei representa anos; rainha, meses; cavaleiro, semanas; valete, dias).


  • Os Números
As cartas de números dos naipes vão de 1(ás) ao 10, totalizando 40 cartas, que juntamente com as 16 figuras dos naipes, somam 56. Esse conjunto deu origem às cartas de jogar, por isso algumas pessoas lerem a sorte com o baralho comum.

Naipe de Paus
O Tarô de Marselha apresenta uma certa dificuldade, nos naipes, quanto à identificação das cartas de espadas e de paus. Isso em função da semelhança dos símbolos. Basta observar, porém, que os centros desses dois grupos de cartas apresentam cores distintas. Temos então: centro amarelo, paus; centros azul, espadas. Nas cartas de ouros e de copas não existe esse problema.


A sequência numérica de 1 a 10 apresentada nas cartas possibilita-nos atribuir-lhes significados. Vejamos: a numerologia nos fornece:

  • Um: unidade, ação, início da ação, homem, virilidade.
  • Dois: dualidade, passividade, receptividade, mulher, feminilidade
  • Três: ternário, perfeição, estabilidade, término de processo, possibilidade de sucesso.
  • Quatro: quaternário, materialismo, o plano material.

Aí temos então primeiro ciclo numerológico. O início como força ativa, geradora(1), atuando sobre a força passiva, receptiva(2), resultando em uma força neutralizadora, estabilizante(3), a qual se manifesta no plano físico como algo palpável, visível, material(4).
Assim, partindo desse conjunto de quatro elementos, podemos extrair os significados dos números dos Arcanos Menores, que são estes:
  • 1 - inteligência, início de ação, atividade criadora
  • 2 - dualidade, dificuldade, passividade, receptividade
  • 3 - perfeição, fecundidade, possibilidade de sucesso, término de processo, estabilização temporária
  • 4 - matéria, passividade em excesso, inércia, possibilidade de novo início, porém com resultado bem pouco satisfatório
  • 5 - o homem fisicamente falando, isto é, sua constituição física, sua saúde, suas relações com os outros seres humanos, relações sociais, políticas e de poder.
  • 6 - obstáculos ou dificuldades gerados a partir de ações internas(psíquicas, fisiológicas, metabólicas) ou externas (problemas causados por outrem, situações imprevistas, acidentes, enganos, sofrimentos)
  • 7 - triunfo, encerramento coroado de sucesso
  • 8 - tormento, sofrimento, sucesso parcial
  • 9 - obrigação, sucesso com perigo de estagnação, exigindo mudança de rumos
  • 10 - mudança, fim de um ciclo ou caminho, ponderação, estudo, avaliação



Assista este interessante vídeo do nosso canal