BUSCA RÁPIDA

BUSCA RÁPIDA

Receitas de comidas ritualísticas para o Samhain





No Samhain as bruxas fazem ceias para consagrar aos Deuses e consumir sozinhas ou com o Coven.

Ao contrário de outras religiões, onde a ceia consagrada não pode ser consumida por humanos porque são dos Deuses, no paganismo a ceia é comida pelo bruxo(a) e seus companheiros do Coven.

Entretanto, as comidas ritualísticas não devem ser compartilhadas com não-iniciados. Somente bruxos e bruxas podem comer o que foi consagrado aos Deuses.

Caso o bruxo ou a bruxa não deseje comer a comida ritualística, após consagrá-la aos Deuses, deve enterrá-la em um jardim, floresta, ou qualquer outro local onde a natureza esteja presente. 

As comidas ritualísticas do Samhain devem conter nabos, maçãs e cidra de maçã, abóboras, nozes, poções mágicas com vinhos, carne bovina, carne de porco, aves, cerveja medieval (Ale), Brack Bram Soul (pão escuro ou bolo feito com frutas secas), milho, chá de Artemísia e colcannon (purê irlandês de batata com couve-flor).


RECEITAS

  • Samhain Boxty

Ingredientes
200 g de abóbora cozida e amassada 
3 batatas cozidas amassadas 
1 cebola bem picada
200 g de bacon defumado bem picadinho e frito 
200 g de farinha de trigo 
1 ovo batido 
200 ml de leite 
2 colheres de sopa de manteiga 
sal a gosto

Preparo
Em uma tigela misture a abóbora, a batata, a cebola, a manteiga e o sal. Quando estiver homogêneo acrescente o bacon, o ovo, o leite e a farinha e misture novamente até obter uma massa lisa e homogênea, semelhante a massa de panqueca.  
Em uma frigideira com antiaderente utilize esta massa para fazer as panquecas. 

Quando estiverem prontas, consagre-as ao Deus Pai, pois o bacon simboliza a "caça", o "animal selvagem" que o Deus Pai protege e representa.


  • Colcannon (purê irlandês de batata com couve-flor)

Ingredientes
1 quilo de repolho ou couve, cozido 
1 quilo de batatas cortadas em cubos e cozida até ficarem macias 
2 alhos-poró, bem limpos e picados (ou cebolinha)
200 ml de leite integral
100 ml de manteiga derretida 
sal e pimenta a gosto  

Preparo
Em uma tigela amasse as batatas e tempere com sal e pimenta, amassando até virar um purê macio. Deixe reservado.
Cozinhe a couve ou repolho em água levemente salgada até ficar macio e depois pique em pedaços médios. Reserve.
Em outra panela coloque o alho-poró e o leite e deixe ferver. Quando tiver fervido, abaixo o fogo e acrescente as batatas e a couve ou repolho mexendo por 5 minutos. Após este tempo, retire do fogo e coloque em um recipiente para levar à mesa.

Consagre esta refeição à Deusa Mãe e agradeça pelos vegetais que nasceram e cresceram na fertilidade da terra, que é o ventre da Deusa.

Opcional: 
Na Irlanda, tradicionalmente, coloca-se manteiga no centro do purê antes de servi-lo e quando as pessoas comem, mergulham um pedaço de pão na manteiga pegando um pouco do purê com o pão.

  • Brack Bram Soul (tradicional da Inglaterra)

Ingredientes
4 xícaras de farinha 
1 xícara de leite integral em temperatura ambiente 
2 xícaras de uvas-passa 
2 colheres de sopa de manteiga 
1/2 colher de chá de canela em pó
1/2 colher de chá de sal 
3/4 xícara de açúcar 
1 saquinho de fermento biológico
1 xícara de groselha seca 
1/2 xícara de laranja cristalizada 
3/4 colher de chá de noz-moscada 
1 ovo

Preparo
Prepare o fermento antes de tudo. Em uma tigela, coloque o fermento em pó, uma colher de chá de açúcar e 1 colher de chá de leite em temperatura levemente morna (30 ºC no máximo, esquente no microondas por no máximo 10 segundos para obter esta temperatura), misture bem e deixe formar uma pasta homogênea cremosa.
Quando o fermento estiver pronto, misture com a farinha, as frutas cristalizadas, o sal, as passas e a manteiga. Quando estiver tudo misturado, acrescente o açúcar, o leite e o ovo e mexa até obter uma massa firme e elástica.
Cubra com um pano e deixe crescer até dobrar de tamanho. Se a sua cidade for fria (temperaturas abaixo de 23 ºC) coloque a massa para crescer dentro do forno desligado.
Quando tiver crescido a massa (cerca de 3 horas de descanso), divida-a ao meio e coloque cada uma das partes em uma forma untada. Cubra com um pano e deixe crescer novamente por 30 minutos. 
Asse em forno a 400 graus por cerca de 40 minutos a 1 hora, verifique espetando um palito para ver se assou completamente. 
Retire e coloque na mesa de oferendas aos Deuses.

Este pão deve ser abençoado pela bruxa ou bruxo antes de ser cortado. Ele simboliza a união entre a humanidade e o divino, que pode ser em vida ou após a morte.


Assista este interessante vídeo do nosso canal

Poção da beleza e sensualidade






Esta poção pode ser usada para despertar o interesse ou simpatia de alguém. Use-a antes de encontrar aquela pessoa por quem você tem interesse, ou até mesmo, antes de uma entrevista de emprego.


  • Objetos
7 Pedaços de maçã bem vermelha (com casca)
1 Pau de canela
7 Colheres de sopa de mel
1 Garrafa de vinho tinto
1 Vidro ou garrafa para guardar a poção


  • Poção
Em uma noite de Lua Cheia, misture todos os ingredientes e leve ao fogo até começar a ferver. Retire do fogo, coe e coloque a poção no vidro ou garrafa. Tampe dizendo as seguintes palavras:



"Afrodite, Deusa da sensualidade e da sedução
me torne irresistível com esta poção!"

Beba tudo de uma vez e durma sem calcinha (ou cueca) nesta noite. Não é necessário dormir nua (nu) mas deve dormir sem roupa íntima.

Durante 7 dias todas as pessoas que virem você ficarão encantadas pela poção e verão você mais bonita(o) e atraente.


Assista este interessante vídeo do nosso canal

Puxando a lua para baixo





Este é um ritual belíssimo que ocorre nos Covens. Durante este ritual a Gran-sacerdotisa invoca e incorpora a Deusa Mãe, deixando o corpo e a alma sob o comando da Grande Deusa.

A incorporação dura somente alguns instantes e somente bruxas muito antigas e experientes conseguem este feito.

Durante o transe, a Deusa Mãe fará revelações rápidas e complexas, sendo raras as ocasiões em que Ela responde perguntas. Este é um ritual tipicamente wiccano, mas que foi adotado por outras tradições também.

O ritual é realizado por um Gran-sacerdote e uma Gran-sacerdotisa, sendo a Deusa Mãe incorporada sempre na mulher, isto porque a invocação se realiza no ventre e somente mulheres o possuem. Os seios também são importantes para a invocação, pois eles são fonte de alimento e vida.

Os Covens geralmente realizam este ritual em um Esbat e somente uma ou duas vezes no ano, pois a Gran-sacerodtisa sofre durante alguns dias após a invocação e incorporação da Deusa. Isto se deve ao grande poder invocado e o corpo humano não foi feito para suportar a alma de um Deus.

Ao incorporar a Deusa Mãe grandes revelações surgem, por isso é importante que todos os presentes fiquem atentos a tudo que é dito e especialmente, mantenham-se calmos caso ocorra algum fenômeno físico no ambiente da cerimônia.

Alguns Covens praticam apenas a encenação, ou seja, a incorporação da Deusa não acontece realmente, mas o ritual é feito para adorar a Deusa Mãe e confirmar a devoção de todos os bruxos e bruxas do Coven.


Bruxas e bruxos solitários não podem realizar este ritual, pois é necessário pelo menos dois sacerdotes para que a lua seja puxada.


Assista este interessante vídeo do nosso canal